Mais Lidas

ONU confirma novo combates em Ghuta Oriental apesar da trégua

No sábado, uma resolução da ONU que pedia cessar-fogo imediato de 30 dias na região foi aprovado. Na segunda-feira, a Rússia havia decretado uma trégua humanitária de cinco horas, que também não foi respeitada

Por O Dia

Mais de 13,1 milhões de sírios precisam de ajuda humanitária
Mais de 13,1 milhões de sírios precisam de ajuda humanitária -

Genebra - A Organização das Nações Unidas (ONU) confirmou, nesta terça-feira, que os combates prosseguem no reduto rebelde sírio de Ghuta Oriental, perto de Damasco, apesar da trégua humanitária de cinco horas decretada na segunda-feira pela Rússia, aliada do regime de Bashar al-Assad. O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) afirmou que uma pessoa morreu.

"Constatamos que os combates continuam enquanto falamos, o que torna impossível enviar ajuda", afirmou Jens Laerke, porta-voz do Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) das Nações Unidas em Genebra. “Claramente , a situação no local não permite a entrada e a saída de feridos”, afirmou.

Na segunda-feira, o presidente russo, Vladimir Putin, havia ordenado a “trégua humanitária” na região das 9h às 14h locais (4h às 9h de Brasília). O período defendido pelo principal aliado de Bashar al Assad é muito inferior à resolução da ONU, aprovada no sábado, que pedia um cessar-fogo imediato de 30 dias.

A Rússia e o governo sírio acusam os rebeldes de não respeitarem o corredor humanitário, mas os rebeldes negam.

Com informações da AFP

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários