Trump muda pena de detenta a pedido de Kim Kardashian

Alice Marie Johnson, foi qualificada como uma "presa modelo" em um comunicado da Casa Branca

Por AFP

Kim Kardashian se reuniu com o presidente Donald Trump na última quinta-feira, na Casa Branca
Kim Kardashian se reuniu com o presidente Donald Trump na última quinta-feira, na Casa Branca -

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mudou nesta quarta-feira a pena à prisão perpétua de uma mulher, de 63 anos por quem a estrela de reality-show Kim Kardashian interveio.

A beneficiária da medida, Alice Marie Johnson, foi qualificada como uma "presa modelo" em um comunicado da Casa Branca. Esta bisavó esteve "quase 22 anos em uma prisão federal por um crime cometido sem antecedentes penais", assinalou o comunicado.

O caso

Alice Marie Johnson foi condenada em 1996 à prisão perpétua por tráfico de cocaína sob uma dura legislação que emite duras penas a crimes vinculados a drogas. A União Americana de Liberdades Civis (ACLU) agradeceu ao presidente e pedindo a ele que altere outras "condenações pesadas". 

De acordo com a administração penitenciária, Johnson mostrou um comportamento exemplar na prisão durante duas décadas, inspirando outros reclusos e trabalhando duro para se redimir.

A Casa Branca não deu detalhes, mas é provável que a decisão resulte em uma rápida libertação de Johnson.

Últimas de Mundo & Ciência