Mais Lidas

Líderes mundiais divergem sobre presidência interina de Guaidó na Venezuela

Brasil, Estados Unidos, Canadá e outros países da América Latina declararam apoio ao líder oposicionista. Já Rússia, China, Turquia, Nicarágua, Cuba, México e Bolívia seguem apoiando o governo Maduro

Por O Dia

Líder da oposição, Juan Guaidó, de 35 anos, conta com o apoio de onze países do Grupo de Lima
Líder da oposição, Juan Guaidó, de 35 anos, conta com o apoio de onze países do Grupo de Lima -

Caracas - Desde que o líder oposicionista e presidente do Parlamento venezuelano, Juan Guaidó, se autoproclamou "presidente interino" da Venezuela, em uma quarta-feira marcada por protestos contra e a favor do presidente Nicolás Maduro, líderes mundiais têm declarado endosso ou repúdio ao oposicionista. 

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos e inimigo declarado de Maduro, foi um dos primeiros a expressar apoio a Guaidó. Em comunicado, o presidente americano afirmou que continuará a usar "todo o peso do poder econômico e diplomático dos Estados Unidos para pressionar pela restauração da democracia venezuelana".

Em nota, o Itamaraty também reconheceu Juan Guaidó como Presidente Encarregado da Venezuela.

Canadá, Paraguai, Colômbia, Argentina, Peru, Equador, Costa Rica, Chile e Guatemala completam a lista de apoiadores. 

Por outro lado, Rússia, China, Cuba, México, Bolívia, Nicarágua e Turquia expressaram apoio ao governo Maduro após a declaração de Guaidó. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários