Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica acontece em Pernambuco

Recife vai receber evento entre os dias 14 e 17 de novembro

Por O Dia

O médico Luiz Haroldo Pereira
O médico Luiz Haroldo Pereira -

Rio - A cidade do Recife, Pernambuco, receberá o principal evento de cirurgia plástica do Brasil, o Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, que chega à sua 55ª edição, de 14 a 17 de novembro, no Centro de Convenções de Pernambuco. O evento discute as principais novidades e promove mesas-redondas com os principais médicos do Brasil, que apontam tendências nas cirurgias corporais e faciais, entre elas na reconstrução mamária e abdominoplastia.

Entre os brasileiros participantes, o médico do Rio de Janeiro Luiz Haroldo Pereira é um dos destaques e participa de mesa-redonda sobre Intercorrências em abdominoplastia com foco em lipoaspiração. Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com 41 anos de carreira, ele é considerado um pioneiro da lipoaspiração no Brasil, participando das primeiras cirurgias do tipo realizadas no país.

"Trata-se do maior evento da cirurgia plástica brasileira, onde contamos com a presença de muitos estrangeiros, seja como assistentes ou palestrantes. Neste congresso teremos, por exemplo, mesas-redondas sobre cirurgias íntimas e da face. Observamos que hoje são os pacientes jovens que não querem envelhecer; antigamente, eram os mais velhos que queriam rejuvenescer", disse o médico.

Luiz Haroldo Pereira é referência em cirurgia corporal ou na face no Brasil. Ele se especializou na França, onde participou da equipe do Dr. Pierre Fournier. O médico tem mais de 25 artigos publicados nas mais diversas e importantes revistas nacionais e internacionais sobre cirurgia plástica e é autor de vários capítulos de livros sobre lipoaspiração, lipoenxertia, próteses de silicone, cirurgias de face e gluteoplastia, sendo considerado fonte no Brasil para todos estes assuntos.

Além dos médicos nacionais, o Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica também recebe convidados internacionais, como Jamil Ahmad, do Canadá, Caroline Glicksman, dos EUA, e Teddy Prasetyono, da Indonésia.