Época de detox

Especialistas ensinam como manter hábitos saudáveis nas festas. Veja como controlar a alimentação entre o Natal e o Réveillon

Por

As festas de fim de ano são marcadas por exagero nas comidas e nas bebidas. Não à toa, fica difícil manter uma dieta balanceada em meio a tantas opções nada saudáveis para celebrar o Natal e o Réveillon. Mas, e nos dias entre os dois eventos? De acordo com especialistas, a melhor receita é se hidratar ao máximo, com pelo menos três litros de água diários, e focar em hábitos sadios, que, aliás, também são recomendados para o restante do ano.

É preciso tomar cuidado com regimes que proporcionam uma suposta desintoxicação para compensar os excessos da ceia. "Não sou a favor de nenhuma dieta louca. Causa desnutrição, desidratação, perda de massa muscular e baixa imunidade. Tem que ter variedade e qualidade", alerta Flavia Salvitti, nutricionista do Hospital San Paolo (SP). Ela dá a receita para quem deseja se alimentar da forma adequada. "Equilíbrio total entre proteína, carboidrato, vitamina e sais minerais", ensina.

Frutas em período de safra nesta época do ano auxiliam na busca por uma alimentação saudável. "Pode usar e abusar de ameixa, pêssego e framboesa", aconselha Salvitti. Para atenuar os efeitos das bebidas alcoólicas, ela ressalta que a hidratação deve ser constante e diária. "A ressaca dá sede porque o álcool desidrata. Pode tomar cerveja, caipirinha, champanhe, mas tem que beber bastante água, principalmente porque estamos no período do verão", adverte ela. Ainda de acordo com a nutricionista, a desidratação causa ressecamento da pele e até danificação do cabelo.

Como em toda cartilha saudável, a atividade física é fundamental para balancear o consumo energético na última semana de 2017. Para os sedentários, porém, não vale a pena exagerar nos exercícios só para eliminar as calorias a mais, pois há risco de contusão. Um aeróbico de baixa intensidade é o ideal, segundo João Paulo Costa, professor de Educação Física da Academia Evidence. "Uma caminhada de 30 minutos, dia sim, dia não, durante uma semana serve para eliminar as toxinas e gastar energia com uma atividade que oferece baixo risco de lesões articulares. Mas o ideal é abandonar o sedentarismo de vez", pontua.

A nutricionista Paula Viana, da Academia Fit Club, defende que as pessoas retornem aos seus costumes após as festas como melhor forma de se reabilitar dos excessos. Ela indica o aumento no consumo de vegetais como um dos agentes para recuperar o organismo. "Prefiro que não exagerem tanto e que cada um volte à alimentação normal, saudável e balanceada, com vegetais no almoço e no jantar, frutas e alimentos não industrializados", ressalta.

Fiel companheiro dos trabalhadores que dormem poucas horas de sono por conta das celebrações de fim de ano, o café pode ser um inimigo no restabelecimento das atividades regulares do corpo humano. "Ingerida depois de uma alimentação saudável, a cafeína compete com outros nutrientes que precisam ser ingeridos". Na sobremesa, portanto, é melhor priorizar frutas ricas em vitamina C, como a laranja.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários