Passagem aérea pressiona inflação na primeira semana de maio

Índice de Preços ao Consumidor Semanal subiu 0,84% no período, segundo a FGV, em alta de 0,07 ponto percentual em relação a última semana de abril

Por marta.valim

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu 0,84% na primeira semana de maio - alta de 0,07 ponto percentual acima da taxa registrada na última semana de abril. O resultado do IPC-S foi divulgado nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV) e aponta alta de preços em quatro das oito classes de despesas que compõem o índice.

O grupo Educação, leitura e recreação foi o que mais influenciou para a ligeira alta do IPC-S na primeira semana de maio com retração de 0,03%, ante queda de 0,77% na última semana de abril. Nesta classe de despesa, vale destacar o comportamento do item passagem aérea, cuja taxa passou de uma deflação de 29,31% para queda de 13,12%.

Segundo os dados divulgados pelo Ibre, também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos Habitação (de 0,65% para 0,74%); Transportes (0,51% para 0,61%); e Comunicação (0,05% para 0,12%).

Em contrapartida apresentaram decréscimo em suas taxas de variação os grupos Alimentação (de 1,42% para 1,31%); Vestuário (0,90% para 0,73%); Despesas diversas (0,48% para 0,37%); e Saúde e cuidados pessoais (1,40% para 1,39%).

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 15 deste mês será divulgada no dia 16 de maio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia