Governo eleva mistura de etanol na gasolina para 27%

A nova mistura, uma demanda antiga do setor sucroalcooleiro, deverá vigorar a partir de 15 de fevereiro. Mudança vinha sendo amplamente debatida desde o ano passado

Por douglas.nunes

A mistura de etanol anidro na gasolina passará para 27%, ante os atuais 25%, informou nesta segunda-feira a presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Elizabeth Farina, após uma reunião na Casa Civil, no Palácio do Planalto, para tratar do assunto.

A nova mistura, uma demanda antiga do setor sucroalcooleiro, deverá vigorar a partir de 15 de fevereiro.

A elevação da mistura vem sendo amplamente debatida desde o ano passado. Em setembro do ano passado, a presidente Dilma Rousseff já havia sancionado lei que prevê que o Executivo eleve a mistura do etanol na gasolina até o limite de 27,5%, desde constatada sua viabilidade técnica.

Testes foram realizados pelo governo nos últimos meses para avaliar a viabilidade técnica da nova mistura.

"Os testes não mostraram nenhum problema para o aumento da mistura para 27,5%. Mas a Anfavea ainda tem uma parte dos testes que não terminou. Então para dar segurança para o consumidor dos carros importados, a Unica concordou em elevar a mistura para 27% a partir de 15 de fevereiro", disse presidente da Unica, na saída do Palácio do Planalto.

A indústria automobilística, representada pela Anfavea, vinha se mostrando contrária a uma mistura maior que os 25% atuais, argumentando que boa parte da frota ainda usa apenas gasolina no Brasil, e não estaria tecnicamente preparada.

A mudança, por outro lado, foi fortemente defendida pelas empresas de açúcar e etanol, como forma de aliviar a crise vivida pelo setor. O etanol anidro é um dos produtos com melhor remuneração das usinas.

O setor sucroenergético já foi favorecido recentemente por outra decisão do governo, de elevar impostos para a gasolina, que a Petrobras decidiu repassar integralmente aos preços nas refinarias. Com a gasolina mais cara, as usinas também podem elevar os preços do etanol hidratado, usado diretamente nos carros.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia