Petrobras aprova plano para desinvestir US$ 13,7 bilhões até 2016

Os desinvestimentos, que em geral são a venda de ativos, estarão divididos entre exploração e produção no Brasil e no exterior (30%), abastecimento (30%) e gás e energia (40%)

Por diana.dantas

Rio - A Petrobras aprovou plano para desinvestir US$ 13,7 bilhões entre 2015 e 2016, uma mudança significativa em relação ao plano de negócios para 2014-2018, que previa desinvestimentos de até US$ 11 bilhões ao longo de cinco anos.

Envolvida em um escândalo bilionário de desvio de verbas, a Petrobras trabalha para não precisar captar recursos no mercado em 2015 e recorrer o mínimo possível a contratações de dívidas nos dois anos seguintes.

Os desinvestimentos, que em geral são a venda de ativos, estarão divididos entre exploração e produção no Brasil e no exterior (30%), abastecimento (30%) e gás e energia (40%).

"Este plano faz parte do planejamento financeiro da Companhia que visa à redução da alavancagem, preservação do caixa e concentração nos investimentos prioritários, notadamente de produção de óleo e gás no Brasil em áreas de elevada produtividade e retorno", afirmou a empresa em nota.

A companhia ressaltou que o montante aprovado pode sofrer mudanças de acordo com variação da cotação do barril de petróleo tipo Brent, da taxa de câmbio, do crescimento econômico brasileiro e mundial, dentre outras questões.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia