Feirão da Caixa no Rio movimenta quase R$ 1 bilhão em negócios

O evento, que começou na última sexta-feira e terminou neste domingo recebeu 40.272 visitantes, fechando ou dando andamento a um total de 6.566 contratos

Por douglas.nunes

A Caixa Econômica Federal movimentou, nos três dias de duração do 11º Feirão da Casa Própria no Rio de Janeiro, R$ 962,5 milhões em negócios. O evento, que começou na última sexta-feira (15) e terminou ontem (17) recebeu 40.272 visitantes, fechando ou dando andamento a um total de 6.566 contratos.

As informações são da assessoria de Imprensa da Caixa e ressaltam o fato de que o evento teve como principal foco o financiamento de habitação popular do Programa Minha Casa Minha Vida e das demais operações com recursos do FGTS.

Foram oferecidos 22.344 imóveis, distribuídos por todas as áreas da capital carioca, com destaque para os bairros de Campo Grande, Jacarepaguá, Méier, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Freguesia, Praça Seca e Pavuna, além dos municípios de Niterói, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Itaboraí, Queimados e São Gonçalo.

Segundo a Caixa, participaram dessa edição 47 construtoras, 33 imobiliárias, além de 17 correspondentes imobiliários CAIXA e parceiros institucionais que ocuparam uma área de 11 mil metros quadrados do Pavilhão 4 do Rio Centro.

Neste mesmo final de semana, o 11º Feirão CAIXA da Casa Própria aconteceu simultânemente nas cidades de Fortaleza (CE), Campinas (SP) e Curitiba (PR). O Feirão já passou por São Paulo (SP), Belém (PA) e Recife (PE). Até 14 de junho, o evento ainda percorrerá as cidades de Brasília (DF), Uberlândia (MG), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA) e Goiânia (GO), que pela primeira vez receberá o evento.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia