Avaliação do Palácio sugere indicação de Augusto Aras à Procuradoria-Geral da República

No plenário, o nome do procurador também deve ser chancelado com folga, pois, além dos senadores alinhados ao Planalto, tem a simpatia de parlamentares da oposição

Por Leandro Mazzini

Osmar Terra é o Ministro da Cidadania
Osmar Terra é o Ministro da Cidadania -
Brasília - Apesar das reações negativas de procuradores à indicação de Augusto Aras à Procuradoria-Geral da República, a avaliação do Palácio é de que não há o “menor risco” de derrota na Comissão de Constituição e Justiça, onde o procurador será sabatinado, e no plenário do Senado. Os cálculos da articulação da Presidência indicam que, na CCJ, Aras deverá ter mais de 20 votos dos 27 senadores do colegiado. No plenário, o nome do procurador também deve ser chancelado com folga, pois, além dos senadores alinhados ao Planalto, tem a simpatia de parlamentares da oposição. A indicação precisa ser aprovada por, no mínimo, 14 senadores na CCJ e 41 no plenário.

Nova Esplanada

Desenha-se no Palácio a ida de Osmar Terra para o Ministério da Saúde, e Damares Alves, hoje nos Direitos Humanos, assume o Ministério da Cidadania.

Óleo derramado

O que se diz no mercado é que o Governo acertou em fechar a sede da Petrobras em Salvador. Esquema do PT por caprichos do ex-presidente, baiano José Sérgio Gabrielli.

Aliás...

Com o fechamento da sede em Salvador, volta ao Rio de Janeiro todo o departamento de Contabilidade, que foi transferido para a Bahia sem necessidade, gerando custos.

Pé na estrada

Assim como ocorreu com táxis, com a chegada do Uber, as empresas de ônibus de todo o Brasil estão assombradas pelo sucesso do aplicativo Buser, de compartilhamento de viagens coletivas a preços baratos. Na concorrência, muita empresa chia na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Outras baixam o preço das tarifas.

Novos tempos

Empresas de ônibus interestaduais do Rio de Janeiro, São Paulo, já sentem o drama. Agora foi a vez do Paraná. A Viação Garcia faz descontos de 50% na rota de cidades do Estado para São Paulo. Em Minas Gerais ocorre o mesmo. Até meses atrás, a canetada irritada dos fiscais da ANTT rivalizava com liminares judiciais pró-Buser.

Perde o passageiro

Mas veja o desencontro burocrático do atraso. A ANTT, enfim, criou normas permitindo o desconto e respeitando o livre mercado, mas o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná veda a medida, deixando as empresas à margem da lei.

Vale & Cia

Além da Vale do Rio Doce, a CPI que investiga as causas do rompimento da barragem em Brumadinha (MG) vai pedir o indiciamento da empresa alemã TüvSüd. O parecer do relator, deputado Rogério Correia (PT-MG), está em fase de conclusão e deverá ser apresentado à comissão de investigação em duas semanas.

Memória

A TüvSüd foi contratada pela mineradora para fazer auditoria e emitiu atestado de estabilidade da barragem que rompeu e vitimou 249 pessoas. A CPI do Senado, já concluída, também recomendou o indiciamento 11 funcionários da Vale e dois engenheiros da multinacional.

PMs na urna

A turma do coldre e coturno começa a se mobilizar no interior paulista para disputar as eleições municipais. Bauru sedia dia 21 o 1º Simpósio Estadual dos Pré-Candidatos Policiais Militares. Em 2016, os militares conseguiram eleger, acreditem, 112 policiais para cargos de prefeitos e vereadores no Estado de São Paulo.

Voa daí, Aladin

Atentos (e safadinhos) internautas descobriram que famoso site de vídeos pornô tem veiculado filmes de Hollywood, driblando a fiscalização dos estúdios e de autoridades. Contam que já disponibilizam ‘Dumbo’ e ‘Aladin’ em meio ao menu das saliências.

Guerra continua

Um leitor carioca que visitou Moscou neste fim de semana constatou que, pelo menos na TV pública, a Guerra Fria não acabou. A maioria das notícias são sobre a soberania russa e contra os Estados Unidos.

Acorda, gente

Os russos estão atrasados. Uma reportagem diz que os EUA querem dominar a América Central, Caribe a América do Sul. Por aqui, há quem aponte que já conseguiram.

ESPLANADEIRA

O 11° Congresso Brasileiro de Rodovias e BRASVIAS ocorre em Brasília nesta semana.

A peça Josephine Baker estreia dia 12, no Teatro Maison de France, no Rio, com direção de Otavio Muller.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários