Globo inicia novo serviço de streaming

.

Por Flavio Ricco

Paolla Oliveira gravou a série 'Assédio', baseada na vida do médico estuprador Roger Abdelmassih, para GloboFlix
Paolla Oliveira gravou a série 'Assédio', baseada na vida do médico estuprador Roger Abdelmassih, para GloboFlix -

Enquanto para boa parte das TVs, os solavancos da economia, em um cenário de total insegurança, só fazem crescer a indecisão de que caminho tomar, o que se ouve na Globo, inversamente, é o desejo de investir pesado e passar a ocupar espaços no mundo inteiro, por meio do seu serviço próprio de streaming.

Sim, há um acompanhamento de cada passo do Netflix e de outros gigantes do streaming e a percepção de completamente tudo que estão fazendo. Os números são fascinantes. Não à toa, se pretende uma investida muito forte no GloboFlix, via produções exclusivas e diversas parcerias internacionais, tudo isso alinhado a novos conceitos tecnológicos.

Há todo um planejamento, que não começou agora, sendo colocado em prática, e a ordem é não queimar etapas. Até em função disso, não se sabe, ainda, quando será anunciado oficialmente esse serviço. Pelo jeitão, em 2019, mais tardar, comecinho de 2020.

C'est fini

A Globo vai disparar agora em agosto, neste comecinho de mês, as diversas frentes de gravações de 'O Sétimo Guardião', próxima novela das nove, com equipes em São Paulo, Rio e Minas. Neste momento, enquanto alguns atores participam de externas, outros trabalham na preparação. Parte de figurino e caracterização também já foram definidas.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

baterebate

SBT vai com o que tem neste segundo semestre. Além do estabelecido na grade, entenda-se 'Z4', 'Bake Off', 'BBQ' e 'Carrossel'.

E já começou o trabalho de "casting" para a próxima temporada do 'Fábrica de Casamentos' no SBT. Mas essa é só para o ano que vem.

A piloto da Stock Car Bia Figueiredo, a esteticista Maria de Fátima Pereira e a cosmetóloga Maria Rita de Resende são as convidadas desta segunda do 'Todo Seu', do Ronnie Von, na Gazeta.

Band está com vários assuntos pendurados e parece que sem soluções para breve...

... Internamente, alguns dos seus setores já dão como certo que as estreias do programa da Luisa Mell e 'O Aprendiz', do Justus, ficaram para 2019.

A TV fechada está andando tanto para trás que o 'Chaves' se tornou imprescindível na programação do Multishow.

Série especial.

Setembro, mês dos 65 anos da Record, Fábio Porchat vai usar o seu programa de todas as noites para as devidas e merecidas homenagens. Todos os convidados, chamados para as entrevistas, terão muito a ver com a sua história.

Contatos

Vai gostar de reality assim lá... na Record. Nizo Neto, até outro dia no 'Power Couple', tem boas possibilidades de aparecer no 'Dancing Brasil 4', da Xuxa, com estreia em setembro. Nome na lista de prováveis. A produção pretende também escalar uma ex-'Globeleza'.

Frigideira

A IMG continua procurando interessados em exibir a Copa Sul-Americana em 2019. O prazo para envio de propostas se encerrou e nenhuma TV se habilitou.

No ponto

'Chef ao Pé do Ouvido', estreia do GNT até o fim de agosto, já tem 10 programas gravados e finalizados. Prontos para exibição. O comando é de Thaynara OG, com a participação dos chefs Renata Vanzetto e Raphael Cesana. Falta ainda definir dia e horário de apresentação.

Na mira

Eriberto Leão é um nome muito cotado para integrar a segunda temporada da série 'Ilha de Ferro', produção da futura GloboFlix. Jackson Antunes, idem. A lista oficial começará a ser montada na próxima quarta-feira.

Zona de turbulência

Levante o assento, aperte o cinto, porque novas mudanças estão previstas na grade das manhãs na Band. Não há ainda um desenho definitivo, só o rascunho, mas o jeitão da coisa indica que só o da culinária, o de costume e por estreitos laços familiares, deve seguir como sempre.

Desenrolar do tempo

Percebe que já não são mais tantas as reclamações quanto aos serviços do Ibope?

O que mudou:

A - Se acostumaram a ele?

B - Aceitaram como sérios os seus resultados?

C - Ou nenhuma das alternativas?

Freio de mão

O dólar nas alturas não está estimulando ninguém a comprar nada lá fora. Nem as mais ou menos poderosas TVs.

Está aberta, por exemplo, a temporada de repetição de filmes na maioria das emissoras. Salvo raras e honrosas exceções, a ordem é segurar os investimentos.

Comentários