Por daniela.lima
Publicado 13/03/2014 00:35 | Atualizado 13/03/2014 00:37

Rio - Bandas como Legião Urbana tocando no rádio, volta do Ira! (que estava separado desde o fim da década passada), filmes como ‘Lagoa Azul’ e ‘Curtindo a Vida Adoidado’ fazendo o maior sucesso na ‘Sessão da Tarde’, Titãs gravando disco novo... E lá vêm os anos 80 de volta. A Festa Ploc, evento que relembra a época, comemora dez anos trazendo um sucesso internacional da década, o grupo de pop eletrônico Information Society. 

'Acho que nos anos 80 e 90 conhecemos mais lugares do Brasil que muitos brasileiros'%2C diz Paul Robb%2C tecladista do grupo Information SocietyDivulgação


O trio americano formado por Paul Robb (teclados), James Cassidy (baixo) e Kurt Harland (vocais) traz amanhã para o Circo Voador inéditas do próximo disco, ‘_Hello, World’ e hits como ‘Running’, ‘Repetition’ e ‘What’s On Your Mind’. E não estão nem aí para as novas modas da música: os anos 80 são o lugar deles.

“É a década que nos formou. Todas as nossas canções favoritas são dos anos 80. Foi uma época especial para a música. Os artistas eram livres para experimentar e soltar novos sons”, alegra-se Robb. “Havia uma animação com música nova que nem existe mais hoje. Atualmente, tudo fica obsoleto assim que é lançado.”

Criador da Festa Ploc, Luciano Vianna, o DJ Dom LV, estende a comemoração pelos próximos meses. Em abril, o cantor britânico Rick Astley se apresenta em outra edição do evento, no Vivo Rio, e traz de volta hits como ‘Never Gonna Give You Up’ e ‘Cry For Help’.

“Além dele, nosso projeto é trazer o Erasure e os Pet Shop Boys até o fim do ano. E sonhamos montar um grande festival dedicado aos anos 80, o maior da América Latina”, idealiza. Em julho, tem gravação do terceiro DVD do evento, no Circo Voador, com a Banda Ploc, montada especialmente para tocar nesses eventos, e vários convidados.

“A festa está atraindo um público cada vez mais jovem, de 21, 22 anos”, conta LV. “Tocamos para uma turma que não gosta de funk nem de pagode, nem se identifica com aquela coisa do flashback, de ir para uma festa dançar Village People.”

Dos anos 80 para cá, o Information mudou. Cada integrante precisou sair em algum momento, ou para cuidar da família ou para desenvolver novos projetos. “‘_Hello, World’ é o primeiro disco desde 1992 com os três fundadores”, diz Robb.

Popularíssimos no Brasil nos anos 80/90, eles excursionaram bastante por aqui no período. “Quando perguntam em que lugares do Brasil estivemos, sempre esperam ouvir Rio, São Paulo. Talvez Curitiba e Belo Horizonte”, conta. “Aí mencionamos que fomos a Belém (PA), São José dos Campos (SP), Florianópolis (SC), Mariana (MG), Aracaju (SE) e ficam todos surpresos. Conhecemos mais do Brasil que muitos brasileiros, acho”, conta o tecladista.

O grupo acabou conquistando fãs entre funkeiros — a ponto do hit ‘Running’ ganhar um adendo em português no refrão (um sonoro “vai tomar no c...”) do público dos bailes. “Adoramos freestyle (gênero que é um dos pais do nosso funk) e baile funk. Não dá para negar que essa música é um hino disso aí”, diz Robb.

Uma notícia chata para os fãs: Kurt, que nos anos 80 e 90 alegrava plateias se apresentando só de patins, largou o artefato. “Mas, ainda assim, tudo pode acontecer nos nossos shows”, garante Robb.

Você pode gostar