Arnold Schwarzenegger vem ao Brasil para divulgar ‘Exterminador do Futuro’

Saiba quais são os próximos projetos dele para o cinema

Por daniela.lima

Ator austríaco volta a viver o androide T-800. Desta vez%2C ele está acompanhado pela atriz Emilia Clarke%2C que assume o papel de Sarah ConnorBruno de Lima / Agência O Dia

Rio - Ser senador dos Estados Unidos é pouco para Arnold Schwarzenegger. Se pudesse, o ator, que já foi governador da Califórnia, seria presidente. “Sabe, minha personalidade não é a do tipo que se contenta em ser apenas mais um entre vários. Tenho que ser o cara que manda. Portanto, isso (ele se tornar senador) não deverá acontecer”, afirma. “Fui governador e, agora, poderia pensar apenas em concorrer à presidência. Mas, como sabemos, não sou americano de nascimento e, por isso, não posso pretender esse cargo. A não ser que criássemos uma nova Constituição americana. Algo que, convenhamos, é pouco provável”, brinca ele, que é austríaco e tem 67 anos, durante entrevista no Copacabana Palace.

Schwarzenegger está na cidade para promover o lançamento de ‘Exterminador do Futuro: Gênesis’, novo desdobramento do filme original que, em 1984, impulsionou sua carreira rumo ao estrelato. Uma mudança constitucional seria outra improbabilidade para ele encarar ao longo da vida.

“Na época em que ainda era jovem, na Áustria, todos me chamaram de louco quando disse que seria um campeão de fisiculturismo. Consegui. Depois, decidi que iria a Hollywood para ser protagonista de grandes filmes. Disseram-me que, por conta do meu sotaque e do meu sobrenome muito longo, receberia, no máximo, papéis secundários. Consegui mais uma vez. Por último, todos riram quando eu disse que seria governador da Califórnia. Consegui novamente. Por isso, se fosse resumir, diria que minha vida é provar, de forma sucessiva, que as pessoas estão erradas a meu respeito. Sempre vai haver alguém dizendo que você é incapaz. Basta não dar ouvidos.”

Levar uma nova aventura do androide T-800 às telas era algo que Schwarzenegger já pretendia há alguns anos. Segundo ele, foi apenas questão de ter a paciência necessária para esperar pelo roteiro certo — algo que encontrou em ‘Gênesis’, sequência que coloca a máquina futurista de matar em uma realidade alternativa aos eventos mostrados nos filmes anteriores. Um dos destaques da produção é a presença de Emilia Clarke, atriz conhecida pelos fãs da série ‘Game of Thrones’ por interpretar a rainha Daenerys Targaryen — no filme, com estreia prevista para o dia 2 de julho, ela assume o papel de Sarah Connor, vivida por Linda Hamilton nos dois primeiros filmes da franquia.

Assim como o Exterminador, alguns dos projetos futuros de Schwarzenegger farão com ele revisite personagens já levados por ele à tela grande: o roteiro de ‘Triplets’, continuação de ‘Irmãos Gêmeos’ — comédia de 1988 que o uniu a Danny DeVito e que agora contará com Eddie Murphy — já está quase pronto. Além disso, ele voltará à Era Hiboriana mais uma vez na pele de Conan, o bárbaro Cimério.

“Assim como nos quadrinhos, a ideia é mostrá-lo já como rei da Aquilônia e a decadência de seu império. Afinal, todo grande reino um dia entra em declínio. Queremos explorar esse cenário e ver como Conan lida com isso”, explica o ator, que é irônico ao falar sobre a possibilidade de retomar outra franquia: ‘Predador’. “Olha, para ser bem honesto, acho que já tentaram vezes suficientes para perceber que esse filme não funciona sem mim. Então, diria que, sim, é possível que o público volte a me ver em algum novo filme do Predador.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia