Mais Lidas

Mulher de Gusttavo Lima rebate críticas por fazer tatuagem e estar amamentando

Andressa Suita tatuou o nome do filho, Gabriel, e esclareceu que não há risco de absorção da tinta no leite materno

Por tabata.uchoa

Rio - Andressa Suita, mulher de Gusttavo Lima, causou polêmica ao tatuar o nome do filho do casal, Gabriel. É que Andressa ainda está amamentando e algumas seguidoras alertaram para o risco da tinta da tatuagem ser absorvida no leite materno. 

Andressa Suita faz tatuagem para o filhoReprodução Internet

"E quando você tem exatamente uma hora para fazer alguma coisa na rua e voltar para casa para dar de mamar? Arte! Aí você chama sua amiga que te apoia em todas as loucuras", disse Andressa no Stories do Instagram ao mostrar a tatuagem. 

Após a publicação do vídeo, Andressa recebeu algumas críticas e fez um esclarecimento. "Tem muita gente preocupada com o fato de ter me tatuado e estar amamentando o Gabriel. Agradeço demais o carinho e vou esclarecer alguns mitos. Não há risco de absorção da tinta no leite materno, mas é necessário escolher muito bem o estúdio, o tatuador, o material utilizado deve ser de qualidade e estéril", disse. 

Andressa Suita e o filho%2C GabrielReprodução Internet

"Os tatuadores devem usar luvas, máscaras, possuir autorização de funcionamento e certificados de cursos na área. Serem vacinados contra hepatite B e não utilizar restos de pomadas e tintas. Aliás, esses cuidados devem ser tomados por qualquer pessoa que decida se tatuar. A minha sessão foi super rápida, esse é outro ponto a ser observado. Escolher horários que não interrompam a rotina de amamentação do bebê. Para mim era muito importante registrar na pele esse amor que transborda meu coração", completou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia