#TôNaFeira: descubra o segredo do rei dos caldos

Dono da barraca Caldo da Madrugada, Juarez Machado esquenta as noites frias da Feira

Por

Juarez André Machado, 66 anos, dono da barraca Caldo da Madrugada na Feira de São Cristóvão - coluna Tô Na Feira
Juarez André Machado, 66 anos, dono da barraca Caldo da Madrugada na Feira de São Cristóvão - coluna Tô Na Feira -

Rio - Nascido em Natal, no Rio Grande do Norte, Juarez André de Machado, de 66 anos, realizou há três meses o sonho de ter uma barraca na Feira de São Cristóvão. E hoje ele conta sua história na coluna. "Tenho quase 20 anos de feira. Mas só agora que concretizei o sonho de ter a minha barraca e dei o nome de Caldo da Madrugada", diz o funcionário público e mais novo feirante do pavilhão de São Cristóvão, que se orgulha dos caldos que oferece nas madrugadas.

"Tem caldo verde, de mocotó, camarão, siri, sururu, macaxeira, e não poderia faltar vaca atolada e feijão amigo", conta o feirante, enumerando suas delícias. E Juarez revela um de seus segredos. "Eu não cozinho, mas encontrei uma cozinheira de mão cheia, a Janaína, que faz caldos. Eles são uma beleza", comemora o feirante, que está feliz com equipe que montou.

Mesmo com quase 70, Juarez tem a vitalidade de um menino e conta como consegue tanto vigor.

"O segredo dessa vida é o amor. Fazer tudo com amor e carinho. Estou aqui há três meses e já superou a minha expectativa", diz o feirante, que vibra ao falar de seu produto. "Esses caldos quem experimenta diz que são uma delícia. Tem que provar pra ver", finaliza, aos risos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários