'Espelho da Vida', nova trama das 18h da Globo, vai tratar de vidas passadas

'Sou fascinada pelo tema', diz a autora Elizabeth Jhin

Por Gabriel Sobreira

À esq., os protagonistas Vitória Strada e João Vicente de Castro. Abaixo, o casal com Alinne Moraes. E Vitória dirigida por Pedro Vasconcelos
À esq., os protagonistas Vitória Strada e João Vicente de Castro. Abaixo, o casal com Alinne Moraes. E Vitória dirigida por Pedro Vasconcelos -

Quando a atriz Cris Valência (Vitória Strada) chega à cidade fictícia de Rosa Branca, no interior de Minas Gerais, tem a sensação de que já esteve naquela localidade antes. O município é a terra natal do namorado dela, o diretor Alain Dutra (João Vicente de Castro), que vai rodar um filme sobre uma figura ilustre da região que foi misteriosamente assassinada na década de 1930.

Esse é o ponto de partida de 'Espelho da Vida', próxima novela das 18h, de Elizabeth Jhin, que estreia em setembro, na Globo.

"Tenho um verdadeiro fascínio pelo tema de vidas passadas. Em 'Espelho da Vida', essa temática também está presente. É uma história de amor que atravessa o tempo, mas é também uma trama que envolve mistério", define a autora Elizabeth Jhin.

PONTO DE PARTIDA

A produção começou os trabalhos em Minas Gerais, em 19 de junho, e movimentou cerca de 100 profissionais e mais de 20 atores. Entre as locações estavam as cidades de Mariana, Tiradentes, Ouro Preto e Carrancas.

"Fiquei muito feliz com as locações, tanto que optei por não ter uma cidade cenográfica nos Estúdios Globo, mas, ao longo da novela, voltaremos de tempos em tempos para novas cenas nas cidades mineiras", explica Pedro Vasconcelos, que faz sua estreia como diretor artístico. "Consigo também com as gravações em uma cidade não cenográfica um caráter ainda mais realista, que considero necessário para contar essa história", acrescenta.

Na trama, Vicente (Reginaldo Faria) está muito doente e antes de morrer deseja ver o neto, Alain. Em seu último pedido, o avô deixa em testamento o dinheiro para financiar o filme do diretor, desde que ele conte no cinema a história de Julia Castelo: uma jovem que foi vítima de um crime passional em um casarão da cidade no início da década de 1930.

Mas o fato de voltar à sua cidade abre em Alain feridas não cicatrizadas. Como o episódio de muitos anos, em que foi traído por Isabel (Alinne Moraes), sua antiga namorada o que ela tem de linda tem de egoísta , e Felipe (Patrick Sampaio), seu primo e melhor amigo.

PEÇAS

Seguindo o namorado na jornada, Cris mal coloca os pés em Rosa Branca e ganha, inesperadamente, uma joia que foi de Julia Castelo. Em seguida, Margot (Irene Ravache), viúva de Vicente, mostra ao casal o diário que foi da mesma jovem, e Cris fica imediatamente envolvida pela história. Para completar, quando a atriz visita o casarão em ruínas, onde Julia Castelo passou boa parte de sua vida, Cris volta ao passado e na pele da própria Julia.

INVESTIGAÇÃO

Com a ajuda de Margot, Cris tenta desvendar o assassinato que abalou os alicerces da pacata cidade. Tudo leva a crer que Julia levou um tiro de seu grande amor, Danilo (Rafael Cardoso), mas a atriz não acredita nessa hipótese. Em cada encontro com os personagens da cidade, Cris montará o quebra-cabeças em busca de resposta para dilemas do passado e do presente. Ainda no elenco, Vera Fischer, Ana Lúcia Torre, Luciana Paes, Felipe Camargo, Julia Lemmertz, Patricya Travassos, Rômulo Arantes Neto, Evandro Mesquita, Luciana Vendramini e Ângelo Antônio, entre outros.

Comentários

Últimas de Diversão