'Celebridade é uma coisa, ser artista é outra', diz Flavia Garrafa

Atriz fala da sua divertida personagem, que sonha em ser famosa e consegue uma ponta em filme, em 'Espelho da Vida'

Por Gabriel Sobreira

Neusa (Flavia Garrafa)
Neusa (Flavia Garrafa) -

Rio - De Rosa Branca para o mundo. Poderia ser complemento do filme fictício 'Amor Infinito', dirigido por Alain (João Vicente de Castro) na novela 'Espelho da Vida', da Globo, mas na verdade se refere à desmiolada e deslumbrada Neusa Tavares (Flavia Garrafa), a primeira-dama de Rosa Branca. Ela sonha em ser atriz, mas não leva o menor jeito para a coisa.

"É uma sem noção, mas do bem. Ela até quer que o marido roube, mas ela tem uma ingenuidade, gosta de glamour, é uma pessoal legal. Ela me levanta o astral", defende Flavia Garrafa que, ao contrário de sua personagem, não quis ser mãe. "Nunca tive vontade de ter filhos. É uma questão muito pessoal. Nunca foi um sonho escolher nome de bebê quando criança", lembra a atriz, de 44 anos.

Novela

Na história, Neusa é mulher do prefeito Tavares (Marcelo Laham) e não se conforma com a simplicidade do marido. Ela gostaria de levar uma vida bem acima do padrão em que vivem. "As pessoas confundem ser celebridade com ser artista", esclarece a atriz, que também é psicóloga por formação.

"A Neusa se veste bem porque quer ser famosa e participar desse mundo de sonhos, quase infantilizado, o que é uma ilusão. Ser celebridade é uma coisa e artista, outra. Nós (artistas) temos momentos de luta, ralação. É um jogo jamais ganho. O pessoal (de Rosa Branca) acha que fazendo a ponta para o filme é o começo do estrelato", diverte-se Flavia, cuja personagem é aprovada e consegue fazer uma ponta no filme como amiga de Piedade (Luciana Vendramini). "A Neusa vai aprontar muito", avisa Flavia, aos risos.

A atriz faz questão de dividir os méritos da personagem com, além da autora Elizabeth Jhin e direção, os colegas de cena, como Marcelo Laham e Catarina de Carvallho ela que vive Michele, a filha de Tavares e Neusa. "Não existe jogo se você está sozinho. Estou muito bem amparada. Quando se joga com gente boa, só cresce. Quando olho para eles, acredito que é meu marido e minha filha", derrete-se.

Projeto

Com uma carreira consolidada no teatro, quando não está gravando na TV, rodando um filme ou em cartaz com alguma peça, Flavia é também responsável por uma equipe, que leva o nome dela. "Desde cedo, desenvolvi um método de juntar arte, educação com psicologia. A Equipe Flavia Garrafa tem 20 profissionais, sendo 16 professores, e prestamos serviços nas escolas em São Paulo. É teatro com educação e comprometimento pedagógico", explica ela, que é natural da cidade de São Paulo.

Filmes

Só neste ano, Flavia lançou três filmes ('Além do Homem', 'O Candidato Honesto' e 'Tudo Por Um Pop Star') e se prepara para duas novas estreias nas telonas, com 'Tudo Acaba em Festa', na próxima quinta-feira, e 'De Novo Não!', em janeiro de 2019. "A dica é não ficar esperando o telefone tocar e fazer o seu, escrever a sua peça, criar a sua empresa. Não fique esperando alguém te convidar para alguma coisa. A gente quando é realizadora pode não dar certo, mas a gente é dona da nossa história", ensina.

Flavia perdeu o pai quando tinha 18 anos e teve que trabalhar. "Buscar o meu sustento tão cedo foi muito bom para mim. Não ter que depender de alguém. Claro que quero convites, mas tenho plano B, que é quase A. Está tudo nas nossas mãos", frisa.

Como você organiza tudo isso? "É puxado. Tenho esquema, tenho equipe, fiz um planejamento para ser artista e educadora casada com um cara que mora no Rio e tem base em São Paulo", diz ela, em referência ao marido e diretor artístico de 'Espelho da Vida', Pedro Vasconcelos. Eles estão há quase oito anos juntos.

"Falar que não tem diferença nenhuma (ser casada com o diretor da novela) é leviano da minha parte. Ele é muito leve e ético no trabalho e na vida. Acabo ganhando muito afeto por causa dele. É claro que tem uma responsabilidade, às vezes tenho que me policiar na hora de fazer alguma piadinha", revela, com humor.

Comentários

Últimas de Diversão