Ex-moradora de rua e babá lança segundo filme

Paulistana radicada nos Estados Unidos, Carolla Parmejano está no elenco de 'Solteira Quase Surtando', que estreia dia 12 de março nos cinemas

Por Gabriel Sobreira

Carolla Parmejano: dois filmes e cinco curtas no currículo
Carolla Parmejano: dois filmes e cinco curtas no currículo -

Ela já morou na rua, comeu sobra de comida, sofreu gordofobia quando pesava 98 kg, fez faxina, virou babá, foi dona de uma empresa de cuidadoras de crianças, tudo em busca do sonho de ser atriz. "Já conquistei muito, por mais que tenha passado por muitas dificuldades, ainda tenho muito para fazer. Tem novela das 21h, série da Netflix, HBO, filme da Globo Filmes. Mas pode ser também Record, Cultura, SBT. Quero trabalhar", diz Carolla Parmejano, de 33 anos, que está em 'Solteira Quase Surtando', filme que chega aos cinemas no dia 12 de março.

NA TELONA

No longa, a atriz interpreta Tati, uma amiga sincerona que, assim como a protagonista, está solteira, a fim de um companheiro. "Elas não são nem tão novas, nem tão velhas, estão prontas para casar", brinca ela, que está casada há um ano e meio com um israelense e sonha com a maternidade. "Não vejo a hora", diverte-se.

Carolla conta que sempre acreditou que realizaria o sonho de ser atriz até mesmo quando a mãe dela não levava fé. "Eu pesava 98kg, tinha espinhas no rosto. Fui fazer um teste e tinham quatro na minha frente. Minha mãe não quis esperar e fui embora com ela", lembra a morena, que de tanto levar negativas de agências ("Diziam que não tinha o perfil", diz), ela resolveu fazer a vez dela fora do país.

MOROU NA RUA

A paulistana afirma que a chegada dela, em 2008, em Miami não foi fácil. Afinal, ela não conhecia ninguém e era época de crise. Carolla explica que tinha pouco dinheiro no bolso e que conseguiu um quarto de hotel por pouco tempo. Os demais disponíveis custavam o triplo.

"Fui para uma balada que terminava às 6h da manhã. Fiz amizade com um cara e ele se ofereceu para me dar abrigo. Só não percebi que ele era uma pessoa em situação de rua. Quando ele me mostrou onde morava, era uma cabana. Eu não tinha mais para onde ir. Ficava acordada quatro horas enquanto ele dormia e vice-versa", detalha. "Fome não passei porque restaurantes davam comida, frio também não. Só mesmo tive que tomar banho no mar. Ia de biquini", acrescenta ela, aos risos.

GUINADA

Três dias morando na rua, Carolla conseguiu um quarto que podia pagar e logo começou a trabalhar como babá. "Sabia que tinha um 'perrenguinho' para passar. O lado bom é que os brasileiros se ajudam. Pega um bebê para cuidar e a mãe comenta com uma amiga brasileira também mãe, que fala com outra", comemora ela, que em pouco tempo já tinha muitas clientes e abriu uma pequena empresa com três babás.

Mas o que ela queria mesmo era ser atriz. Entre cursos, Carolla traz no currículo participação em dois clipes de Jennifer Lopez e cinco curtas, sendo que o primeiro, 'Beyond The Life', foi escolhido para exibição no Festival de Cannes, em 2015.

"Não moraria no Brasil. Voltaria para trabalhar com filme, série ou novela. Lá fora já conheço o mercado. Aproveito que estou aqui para fazer meus contatos profissionais e vai que consigo algo", torce ela toda entusiasmada.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Carolla Parmejano: dois filmes e cinco curtas no currículo Gerson Lopes/Divulgação
Carolla Parmejano Boudoir Photos/Divulgação
Carolla Parmejano Boudoir Photos/Divulgação
Carolla Parmejano: dois filmes e cinco curtas no currículo Gerson Lopes/DivulgaÇÃO

Comentários