O ministro da Economia, Paulo Guedes
O ministro da Economia, Paulo Guedes Marcelo Camargo/Agência Brasil
Por O Dia
Rio - O reitor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Ricardo Lodi Ribeiro, emitiu uma nota de repúdio à declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, em relação ao acesso dos filhos de porteiro ao ensino superior. "Mostra todo o preconceito e elitismo do ministro e revela o seu despreparo para ocupar as relevantes funções que lhe foram confiadas", afirmou em comunicado. 
"A UERJ se orgulha de ter em seu corpo discente diversos filhos de porteiros, de empregadas domésticas, de trabalhadores em geral, que estão contribuindo para elevar os padrões de excelência de nossa Universidade em todos os rankings nacionais e internacionais", acrescentou.

"Somos Universidade referenciada socialmente que prepara os filhos e filhas da classe trabalhadora para ser parte importante na construção de um Brasil mais justo, mais plural e um país em que a ciência e tecnologia sejam respeitadas", finalizou o reitor em comunicado.



Publicidade