Garotinho e Crivella empatados, diz Gerp

Pezão e Lindberg aparecem embolados na terceira posição na corrida pelo Palácio Guanabara.

Por thiago.antunes

Rio - Pesquisa do Instituto Gerp divulgada ontem aponta empate técnico entre os candidatos ao governo do Rio Anthony Garotinho (PR) e Marcelo Crivella (PRB). Realizado entre os dias 26 de julho e 2 de agosto com três mil entrevistados no estado, o levantamento mostra o governador e candidato à reeleição, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e o senador Lindberg Farias (PT) embolados na terceira posição. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou menos.

Na corrida pelo Palácio Guanabara, o ex-governador Garotinho lidera a preferência do eleitorado, com 25% das intenções de voto, seguido de Crivella, com 23%. Pezão tem 13% e Lindberg aparece em quarto, com 11%. Os candidatos Dayse Oliveira (PSTU), Ney Nunes (PCB) e Tarcísio Motta (Psol) alcançaram 1%, cada. Catorze por cento dos entrevistados declararam que não vão votar em nenhum dos candidatos e 11% não sabem ou não responderam.

Intenção estimulada para Presidente. Clique no infográfico para aumentar a imagemArte%3A O Dia

Segundo o Gerp, a maior rejeição dos eleitores é para Garotinho, com 29%. O governador Pezão tem 15% de rejeição, enquanto Lindberg apresenta 7% e Crivella 5%. Os outros candidatos, Dayse Oliveira, Tarcísio Motta e Ney Nunes estão com 2% cada. Num eventual segundo turno, a pesquisa aponta a vitória de Crivella contra os três outros candidatos. Garotinho vence de Pezão e Lindberg. Já Pezão e Lindberg aparecem empatados, cada um com 24%, caso venham a disputar o segundo turno.

O levantamento do Gerp mostrou ainda que 57% dos eleitores desaprovam trabalho do governo do Rio _ apenas 31% aprovam. O trabalho realizado por Pezão à frente do governo é considerado ótimo por apenas 2%; bom por 16% dos entrevistados; regular por 32%; ruim por 22%; e péssimo por 20%. Quanto à distribuição geográfica dos votos, Garotinho fica na liderança em cinco das oito regiões consideradas pelo Instituto Gerp. E perde em três para Crivella (na cidade do Rio de Janeiro, na região metropolitana de Niterói e Manilha e na periferia da região metropolitana do Rio). Já Pezão tem a preferência dos eleitores do Centro Fluminense em relação ao senador Crivella, mas perde para Garotinho.

Dilma lidera intenções de votos no Rio, com 42%

Dilma Rousseff lidera as intenções de voto no Rio, com 42%, na segunda rodada da pesquisa do Instituto Gerp com as candidaturas à Presidência da República oficializadas. Em seguida, vem o tucano Aécio Neves, com 18%, e Eduardo Campos, do PSB, com 8%. O pastor Everaldo, do PSC, aparece com 1%. A pesquisa aponta ainda que 15% dos eleitores entrevistados não têm intenção de votar em nenhum dos candidatos e 14% não sabem ou não responderam.

A presidenta também ganha no índice de rejeição: ela tem 19% contra 15% de Aécio e8% de Eduardo Campos. O pastor Everaldo aparece com 4% de rejeição entre os três mil entrevistados pelo Gerp, no Rio de Janeiro. Entre os eleitores de Dilma, a maioria é de homens (46%) e 39%, de mulheres.

Entre os eleitores de Aécio, 19% são mulheres e 17% homens. Eduardo Campos tem parcelas iguais de homens e mulheres entre os eleitores, 8%. O Pastor Everaldo tem mais mulheres (2%) do que homens (1%) entre seus eleitores. Na distribuição geográfica dos eleitores, a presidenta Dilma só perde para Aécio em duas das nove regiões do estado consideradas. Na região da Baixada (22% a 28%) e no Sul Fluminense (26% a 31%).

Propostas de governo de cada candidato também serão avaliadas

Daqui até as eleições de outubro, o Instituto Gerp pretende realizar mais três pesquisas de intenção de voto. No levantamento para o governo do estado, o Gerp vai avaliar também as propostas de cada um dos quatro candidatos ao Palácio Guanabara.

O primeiro da série a ter proposta avaliadas é o senador Marcelo Crivella, do PRB. Ele teve projetos específicos para sete regiões do Rio analisados pela população de cada localidade: Sul Fluminense, Região Metropolitana, Baixada, Região Serrana, Região dos Lagos, Norte Fluminense e Noroeste Fluminense.

A ideia é pesquisar as propostas dos outros três candidatos (Garotinho, Lindberg e Pezão) nos levantamentos do Gerp que serão feitos até outubro. Ao final será feita uma comparação das proposta de governo de cada um dos quatro candidatos. Na pesquisa divulgada ontem pelo Gerp, os eleitores de todo o estado avaliaram também a proposta de Crivella de dar continuidade as obras paralisadas em governos anteriores: 54% concordaram plenamente com a sugestão.

Para a região metropolitana, o candidato do PRB propõe reduzir “ drasticamente” o tempo gasto no deslocamento da população, a manutenção e melhoria das UPPs, a criação de empregos perto das residências, além do projeto Cimento Social, que capacita os moradores das comunidades para transformar o lugar onde moram em casas dignas para se viver. Pelo levantamento, 49% concordaram totalmente com as sugestões, 20% concordaram em parte e 19% se disseram indiferentes.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia