Tiririca pode ser processado por uso de Star Wars em propaganda eleitoral

Departamento jurídico da Disney estuda vídeo do candidato

Por nicolas.satriano

São Paulo - O ex-deputado Tiririca adotou a polêmica como estratégia para emplacar uma possível reeleição ao Congresso Nacional. Uma semana após ser processado por alterar a música "O Portão", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, o humorista não abandonou a imitação polêmica e ainda encarnou o vilão Darth Vader no horário nobre da televisão brasileira.

Na nova inserção do horário eleitoral, o candidato do PR/SP adaptou uma clássica cena da saga Star Wars, quando Luke Skywalker retira a máscara de Darth Vader. No diálogo já modificado, o vilão pede ao personagem que o ajude a retirar sua máscara. Luke aceita, mas o alerta dizendo que poderia morrer.

Tiririca pode ser processado por uso de imagens de Star WarsReprodução Internet

"Que morrer que nada, eu vou me reeleger. Sabe de nada inocente. Você sabe quem eu sou? Sou eu, o Tiririca. Candidato a deputado federal", disse. Após a revelação, o humorista continua: "Peguei vocês, enganei vocês. Pensaram que era outra pessoa. Sou eu, o abestado". Ao final da cena Luke apenas diz "você 'tá' muito louco".

A piada pode render um novo processo contra o humorista. Procurada pelo iG, a The Walt Disney Company (Brasil), que detém os direitos da saga, informou que as áreas jurídicas nacional e internacional já foram acionadas e avaliam medidas cabíveis contra a propaganda. Em defesa do palhaço, a assessoria de imprensa disse que só irá comentar os casos polêmicos quando Tiririca receber avisos judiciais.

Com informações da repórter Carolina Garcia

CONFIRA O VÍDEO:


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia