Tribunal Regional Eleitoral treina servidores para auditar as urnas

Teste consiste em simulação de votação

Por thiago.antunes

Rio - O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio iniciou, nesta sexta-feira, o treinamento dos servidores que vão participar da auditoria das urnas eletrônicas. Conhecida como votação paralela, a auditoria testa os programas para comprovar que não existem desvios. Diante do Ministério Público Eleitoral, de representantes dos partidos e da sociedade civil, serão sorteadas quatro entre as 32 mil urnas, para serem levadas pela Polícia Federal à sede do Tribunal.

No domingo, cada urna recebe outra, de lona, com cédulas de votação manual preenchidas pelos representantes dos partidos. Numa sala com câmeras, os votos manuais são lidos e digitados nas urnas eletrônicas. Às 17h, os votos são totalizados e os resultados devem ser iguais aos da apuração dos votos manuais, para comprovar que não há qualquer desvio ou fraude na votação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia