Anderson Silva promete voltar em 2016 e fala em lutar por mais cinco anos

Ex-campeão do UFC revelou que seu exame antidoping deu positivo por conta de alguma substância no suplemento

Por victor.abreu

Rio - Anderson Silva foi pego no exame antidoping no último mês de janeiro, após o combate contra Nick Diaz, mas a sua suspensão ainda não foi definida. Mesmo assim, o lutador brasileiro avisou que voltará ao octógno em 2016 e disse também que prevê mais cinco anos de atividade no UFC.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

Anderson mira seu retornou ao octógono para 2016André Mourão

"Sentamos com toda a minha equipe de treino, todos conversamos e estamos fazendo um treino voltado para que eu possa lutar mais cinco anos. Durante esse tempo, temos todo o cronograma de treinos para cinco anos. Pode ser que a gente faça um pouco mais de uma luta por ano, talvez duas, mas depende das próximas lutas", comentou Anderson durante seminário de MMA, no Rio de Janeiro.

"Primeiramente eu tenho que reconquistar meu espaço. Tem pessoas lá credenciadas para disputarem o cinturão, são pessoas que trabalharam bastante para estarem lá na boca do gol, e eu acho que eu tenho que reconquistar isso tudo. Vai ser passo a passo de novo, começando do zero. Não sei se eu vou ter tempo para isso, mas se houver uma oportunidade e eu conquistar meu espaço de novo, me credenciar, é possível sim", disse o brasileiro.

Anderson Silva também não fugiu das perguntas sobre o polêmico doping. Segundo o "Spider", a culpa de tudo é do suplemento que tomou. "Foi alguma coisa no suplemento. Todas as substâncias serão examinadas para saber o que realmente aconteceu, porque nem eu sei o que aconteceu, foi uma surpresa para mim também. E acho no que vem eu volto a lutar, o que seria o normal, pois eu só voltaria a lutar ano que vem mesmo", finalizou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia