Mais Lidas

Compadre Washington dá o recado: 'Não vai ter Copa? Sabe de nada inocente'

Cantor de axé é fanático por futebol

Por pedro.logato

Bahia - Dono do bordão de maior sucesso no país atualmente — devido ao sucesso de um comercial de TV —, Compadre Washington decreta: “Vai ter Copa.” E quem diz o contrário justamente no dia da estreia da seleção brasileira na competição, contra a Croácia, em São Paulo, para ele “não sabe de nada, inocente”. Eterno líder do Grupo É o Tchan, ‘Cumpadi’, como gosta de ser chamado, comemora a nova fase de sua carreira, agradece o carinho do público e fala sobre futebol, sua segunda paixão. Neste bate-papo, ele ainda aponta Neymar como o principal jogador e o Brasil como campeão do Mundial.

Compadre Washington aposta no título do BrasilDivulgação

O DIA: Como você tem encarado essa repercussão toda após o comercial?

COMPADRE WASHINGTON: Tem sido muito legal esse momento e o Brasil inteiro aderiu ao ‘sabe de nada, inocente’. Todo lugar que eu vou as pessoas voltaram a pedir fotos e para eu gravar vídeos. Nunca imaginei essa proporção toda.

O DIA: Além do ‘sabe de nada, inocente’, outros termos seus como o ‘ordinária’, ‘eu gosto muito’ e ‘danada’ fazem sucesso até hoje. De onde vem a inspiração?

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

COMPADRE WASHINGTON: (Silêncio) Você esqueceu o principal... Tu, tu, tu, tu pááá (risos). Isso tudo eu falo há mais de 20 anos, na época do Gera Samba. Precisava inventar alguma coisa para preencher o vazio das letras das músicas e participar no grupo. Acabou saindo isso (risos).

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da seleção brasileira na Copa do Mundo

O DIA: O que achou da decisão do Conar de vetar o trecho da propaganda no qual você falava ordinária?

COMPADRE WASHINGTON: A empresa que comandou o comercial é que teve de acatar. Ordinária é um termo que uso há muito tempo, sem maldade. Porém, dessa vez encrencaram. De agora em diante vai ser ‘extraordinária’, para evitar polêmica.

O DIA: Quem diz que não vai ter Copa tem razão?

COMPADRE WASHINGTON: Quem disse que não vai ter Copa? Sabe de nada, inocente (mesma entonação do comercial). O Mundial está aí e será muito legal acompanhar tantos jogos. Nosso povo vai fazer uma linda festa.

O DIA: O que você tem achado dessa onda de protestos antes do Mundial?

COMPADRE WASHINGTON: Todo brasileiro tem o direito de protestar, mas não podemos colocar a culpa dos problemas do país em uma Copa do Mundo. 

O DIA: O que você espera dessa Copa do Mundo?

COMPADRE WASHINGTON: O Brasil é um dos grandes favoritos ao título. Mas você sabe como é. São sete jogos, mata-mata... Estamos em casa, mas quem veio quer acabar com a nossa festa.

O DIA: Quem você acha que vai ser o campeão?

COMPADRE WASHINGTON: O Brasil tem tudo para ser campeão, mas coloco Portugal, Argentina e Espanha também como favoritos.

O DIA: Portugal vai estrear em Salvador contra a Alemanha. O que você acha de Cristiano Ronaldo?

COMPADRE WASHINGTON: O cara tem estilo. É um sujeito pintoso, gosta de se olhar pelo telão dos estádios e se preocupa com todos os detalhes. É vaidoso, marrento, mas é bom jogador e merece ser o melhor do mundo.

O DIA: Acredita que ele teria sucesso no swing baiano?

COMPADRE WASHINGTON: Acho que a parada dele é dançar o Vira (risos).

O DIA: Quem vai ser o grande craque da Copa?

COMPADRE WASHINGTON: Minha aposta está em cima do Neymar, mas não podemos esquecer o próprio Cristiano Ronaldo e o Messi.

O DIA: Arrisca um placar para Brasil e Croácia?

COMPADRE WASHINGTON: Será 3 a 1 para o Brasil. Os caras vão partir para cima, vão abrir o placar, mas depois vão só tomar nas costas. A vitória vem de virada.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia