Tabárez nega 'sapato alto' uruguaio: 'Não menosprezamos  a Costa Rica'

Treinador aceita a derrota e já pensa na sequência da competição

Por O Dia

Técnico uruguaio acredita que sua seleção não menosprezou a Costa RicaReuters

Ceará - Um resultado surpreender na estreia do Uruguai na Copa do Mundo mexeu com os ânimos da Celeste. O treinador Oscar Tabárez descarta qualquer possibilidade de "sapato alto" por parte de seus comandados, segundo ele os costarriquenhos foram superiores e merecem a vitória.

"Foi um jogo muito disputado no primeiro tempo. No segundo, eles aproveitaram as oportunidades. Foi um golpe muito duro. Mas não menosprezamos a Costa Rica. Tomamos dois gols que não costumamos. Temos que aceitar o resultado e buscar a recuperação na competição", comentou.

O comandante também lembrou o exemplo da campeã do mundo Espanha, que foi goleada pela Holanda na véspera e tida pela crítica como uma das favoritas ao título mundial. Ele negou que tenha considerado a sua equipe como favorita na estreia.

"Favoritismo vem da imprensa ou da bolsa de aposta. Não vi ninguém falar que a Holanda era favorita contra a Espanha. Isso é irrelevante para mim. A essência do futebol está nos 90 minutos, na atitude dos jogadores. Viemos de uma história em que nunca somos favoritos. E já fizemos muito no futebol. Precisamos jogar mais equilibrados e com mais eficiência no ataque", afirmou.

O próximo compromisso da Celeste será o clássico contra a Inglaterra, na próxima quinta-feira, às 16h, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Últimas de _legado_Copa do Mundo