Por pedro.logato

Rio - A seleção brasileira precisou ir à disputa de pênaltis nas oitavas de final para despachar o Chile. O próximo desafio na busca pelo hexa será nesta sexta-feira, às 17h (de Brasília), em Fortaleza, contra a Colômbia. Mas, para avançar, terá de contrariar uma estatística recente na história das Copas do Mundo.

Julio Cesar e Neymar comemoram vitória do BrasilReuters

Nove das últimas dez equipes que se classificaram na competição depois de jogarem prorrogação acabaram sendo eliminadas logo em seguida. A exceção neste caso é a Itália, que precisou de mais de 90 minutos para superar a Alemanha na semifinal de 2006 e a França na decisão.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da seleção brasileira na Copa do Mundo

Além do Brasil, outras quatro seleções passaram pelas oitavas de final nesta Copa do Mundo após disputarem prorrogação. Duas delas, Argentina e Bélgica, estarão frente a frente nas quartas. É certo, portanto, que pelo menos uma equipe neste ano conseguirá contrariar o histórico recente negativo e repetir o caso da Itália de 2006.

Você pode gostar