Copa 2018: Austrália

Por O Dia

Tim Cahill, atacante da Austrália
Tim Cahill, atacante da Austrália -

A seleção chega a mais uma Copa na condição de azarão. O time só conseguiu a vaga no Mundial após superar a Síria, num duelo dos mais equilibrados, e bater Honduras, também com dificuldade. Dificilmente, terá condição de repetir a façanha de 2006, quando avançou às oitavas. Tem como principais nomes jogadores que atuam no futebol inglês, como Aaron Mooy, do Huddersfield, Jedinak, do Aston Villa, e Tim Cahill, do Millwall FC, o maior artilheiro da seleção na história.

Convocados

Técnico: Bert van Marwijk

Goleiros

Jones (Feyenoord-HOL)

Ryan (Brighton & Hove-ING)

Vukovic (Genk-BEL)

Defensores

Behich (Bursaspor-TUR)

Degenek (Yokohama Marinos-JAP)

Jurman (Suwon-COR)

Meredith (Millwall-ING)

Risdon (Western Wanderers-AUT)

Sainsbury (Grasshopper-BEL)

Meio-campistas

Irvine (Hull City-ING)

Jedinak (Aston Villa-ING)

Kruse (Bochum-ALE)

Luongo (Queens Park Rangers-ING)

Milligan (Al Ahli-ARA)

Mooy (Huddersfield-ING)

Rogic (Celtic-ESC)

Troisi (Melbourne Victory-AUT)

Atacantes

Arzani (Melbourne City-AUT)

Tim Cahill (Millwall-ING)

Juric (Luzer-SUI)

Leckie (Hertha Berlim -ALE)

Nabbout (Urawa-JAP)

Petratos (Maccabi Haifa-ISR)