Tite lamenta ansiedade na estreia e vê falta em Miranda em gol suíço: 'Muito claro'

Treinador deu sua opinião sobre o empate do Brasil contra a Suíça

Por O Dia

Tite falou sobre o tropeço do Brasil
Tite falou sobre o tropeço do Brasil -

Rússia - Rússia - A estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo não foi a esperada. Sem a inspiração ofensiva de sempre, o Brasil ficou no empate com a Suíça. Após o término do jogo, o treinador Tite admitiu que a equipe acabou se precipitando em alguns lances. A ansiedade foi apontada como maior inimiga da Seleção.

"Tivemos algumas partes que oscilaram. Até o gol, o volume foi forte. E depois retraiu demais, que não é o nosso normal. No intervalo, corrigimos alguns posicionamentos, tentamos ter uma saída mais adiantada. Mas, durante o jogo, a Suíça conseguiu ser melhor a partir do gol. Depois equilibramos de novo. E mantivemos um nível de Brasil, mas a ansiedade bateu forte. Apressamos demais o jogo. Quando apressa demais, o último movimento (finalização) fica impreciso. Foram 20 chutes, mas muitos para fora. Poderíamos ter feito o goleiro trabalhar mais", afirmou.

Sobre os lances polêmicos da partida, Tite disse que supostas falhas da arbitragem não podem seguir como desculpa para um tropeço da Seleção. No entanto, o treinador afirmou que Miranda sofreu falta no gol marcado pelos suíços.

"O lance do Miranda é muito claro. E não estou justificando o resultado. Muito claro. O lance do pênalti é passivo de interpretação. Mas o primeiro, não. Não dá para conceber alto nível dessa forma", disse.