Suécia vence Coreia do Sul por 1 a 0 com pênalti marcado por árbitro de vídeo

Juiz não viu falta clara em sueco e deixou jogo seguir até ser avisado para rever o lance

Por O Dia

Gol da Suécia marcado por Granqvist
Gol da Suécia marcado por Granqvist -

Rússia - Com a vitória do México sobre a Alemanha no domingo, suecos e coreanos entraram mais pressionados no Estádio Nizhny Novgorod. Uma derrota significaria ter que derrotar os alemães para buscar a classificação às oitavas de final da Copa do Mundo. Sobrou para a Coreia do Sul, já que a Suécia mostrou mais força e venceu por 1 a 0, com a ajuda decisiva do árbitro de vídeo. Um pênalti claro não seria marcado, mas a tecnologia contribuiu para paralisar o jogo já em outro lance para marcar a falta dentro da área. O capitão Granqvist cobrou para garantir o importante triunfo que coloca os suecos na liderança do Grupo F ao lado do México.

Confira a galeria de fotos do jogo

Com domínio no início, a Coreia do Sul deu mostras de que poderia incomodar, mas a Suécia passou a tomar conta do jogo após os 10 minutos e desperdiçou inúmeras chances de gol. Sem o astro Ibrahimovic, que não foi convocado, Berg foi o responsável para botar a bola na rede e falhou. Na chance mais clara, ele apareceu cara a cara com o goleiro Jo Hyeonwoo e chutou em cima do coreano, aos 20. O atacante ainda desperdiçou outra vez ao chutar mal, para fora.

A Suécia, mais forte fisicamente, ainda poderia ter aberto o placar em duas cabeçadas, de Claesson e Jansson, para fora. Já a Coreia do Sul, encurralada, tentou sair em contra-ataques e parou na falta de qualidade.

Na segunda etapa o duelo ficou mais equilibrado. Os coreanos tiveram a primeira chance aos 6 minutos, quando Koo cabeceou para fora. A Suécia respondeu em cabeçada de Toivonen que o goleiro Jo Hyeonwoo fazendo grande defesa, aos 11.

E de novo o árbitro de vídeo entrou em cena nesta Copa do Mundo. Aos 17, Claesson foi claramente derrubado por Kim Minwoo, só que o árbitro Joel Aguilar não marcou na hora, só parando o jogo quando a bola estava no ataque coreano. Após revisão do lance, pênalti bem marcado. Granqvist bateu e abriu o placar.

Então os papéis se inverteram, com suecos recuados e coreanos rodeando a área adversária. Sem nenhuma qualidade ou inspiração, a Coreia do Sul só conseguiu criar uma chance clara para empatar a partida, mas Hwang Hee-Chan cabeceou para fora. O time ainda pediu árbitro de vídeo para a marcação de um pênalti (mão na bola inexistente), que não foi aceito.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Nizhny Novgorod (Rússia)

SUÉCIA: Olsen; Augustinsson, Granqvist, Jansson, Lustig ; Larsson (Svensson), Ekdal (Hiljemark), Claesson, Forsberg; Berg e Toivonen (Thelin). Técnico: Janne Andersson.

COREIA DO SUL: Jo Hyeonwoo; Lee Young, Kim Younggwon, Jang Hyunsoo, Park Jooho (Kim Minwoo); Ki Sungyueng, Lee Jaesung e Koo Jacheol (Lee Seungwoo); Hwang Heechan, Son Heungmin e Kim Shinwook. Técnico: Shin Tae-Yong

Árbitro: Joel Aguilar (El Salvador)

Cartões amarelos: Larsson (Suécia); Kim Shinwook, Hwang Heechan (Coreia do Sul)

Público: 42.300 pessoas

Gol: Granqvist (20 minutos do segundo tempo)

Galeria de Fotos

Gol da Suécia marcado por Granqvist AFP
Suécia e Coreia do Sul AFP
Duelo entre Suécia e Coreia do Sul, pela primeira rodada do grupo F da Copa do Mundo AFP
Duelo entre Suécia e Coreia do Sul, pela primeira rodada do grupo F da Copa do Mundo AFP