Tite admite 'caráter decisivo' de jogo com a Costa Rica e exalta apoio da torcida

Treinador ainda defendeu Neymar pelas críticas recebidas por conta de sua atuação na partida de estreia contra a Suíça

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Tite admite que jogo contra Costa Rica será decisivo
Tite admite que jogo contra Costa Rica será decisivo -

Rússia - O técnico Tite reconhece que a partida da seleção brasileira contra a Costa Rica, nesta sexta-feira na Arena Zenit, em São Petersburgo, é decisiva para o futuro na Copa do Mundo. Mas garante que, passada a ansiedade da estreia, a equipe vai saber se impor em campo.

"O jogo tem caráter decisivo em função do empate no primeiro jogo e temos consciência disso", admitiu o treinador, em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira antes do último treinamento visando o confronto.

Ele decidiu manter o time que iniciou o duelo contra a Suíça, mesmo admitindo que alguns jogadores não renderam o que era esperado e que a Copa, por ser um torneio rápido, exige respostas também imediatas para fazer os acertos necessários a uma equipe. "Na seleção tem uma pressão maior, porém, antes da pressão, existe coerência, confiança, discernimento e análise", defendeu.

O treinador ainda aproveitou para defender o camisa 10 da Seleção, Neymar, pelas críticas recebidas por conta da sua individualidade na partida de estreia, abusando de dribles para se desvencilhar da marcação. 

"Todos os atletas têm responsabilidade de serem coletivos e também individuais. Alguns com características específicas. Do Neymar, não vou tirar a característica do transgressor, do último terço. É característica do futebol brasileiro. Não vou retirar", reconheceu o treinador.

Para Tite, sempre que a seleção entra em campo a cobrança é a mesma: o time tem de jogar bem e vencer. A partida contra os costarriquenhos não será diferente, e ele entende que a vitória virá até com relativa tranquilidade se as oportunidades de gol forem mais bem aproveitadas, algo que não ocorreu contra a Suíça

O treinador também se definiu como "contente" com o apoio recebido da torcida em São Petersburgo. Na chegada da delegação, na noite de quarta-feira, cerca de quatro centenas de brasileiros foram à porta do hotel incentivar os jogadores e "lançaram" de forma oficial uma nova música de apoio, que fala dos cinco títulos conquistados e diz acreditar no hexa em sua letra.

"O carinho do torcedor emociona, é algo muito forte e a gente fica contente", agradeceu Tite. "Paralelamente a isso, porém, tem de manter o nível de concentração alto", advertiu.