Estado Islâmico volta a prometer banho de sangue na Copa com imagem de Neymar 'degolado'

Grupo terrorista vem prometendo um 'ataque inovador' durante o Mundial da Rússia há alguns meses

Por O Dia

Neymar e Messi também foram ameaçados
Neymar e Messi também foram ameaçados -

Rússia - A Copa do Mundo da Rússia se encaminha para o final da fase de grupos, mas as ameaças do Estado Islâmico estão cada vez maiores. Desde o ano passado o grupo terrorista promete um 'mar de sangue' durante o evento.

Galeria de Fotos

Messi também foi alvo dos radiciais Reprodução
EI divulgou montagem com Messi de joelhos pronto para ser degolado Reprodução
Asensio também é vítima de ameacas Reprodução
Neymar e Messi também foram ameaçados Reprodução
CR7 já foi vítima do EI Reprodução
Didier Deschamps também foi parte da montagem feita pelo Estado Islâmico Reprodução
EI já ameaçou a Copa de 2018 Reprodução
EI pretende utilizar drones na Copa Reprodução
Estado Islâmico já ameaçou Trump e Netanyahu Reprodução
Estado Islâmico é uma ameaça ao mundo atualmente Reprodução
Montagens ameaçam o maior evento do futebol Reprodução

Nesta terça-feira, o EI voltou a se pronunciar e divulgou novamente algumas montagens com Messi, Neymar, CR7 e outros participantes da Copa 'degolados' e de joelhos.

De acordo com o jornal britânico 'The Mirror', o grupo radical já mapeou alguns locais da Rússia para fazer seus ataques e pretende usar drones armados para realizar seus ataques.

Outra tática do EI é a utilização de homens-bomba nas suas ações. Eles também prometem técnicas diferentes para poder ludibriar as autoridades locais.