França tenta se redimir para consagrar geração talentosa

Dois anos após vice na Euro, em casa, equipe de Deschamps quer fazer valer favoritismo contra a Croácia e faturar o bi mundial

Por O Dia

Francês Griezmann já marcou três gols na Copa do Mundo da Rússia
Francês Griezmann já marcou três gols na Copa do Mundo da Rússia -

Rússia - O favoritismo da França será colocado à prova contra a Croácia. Dois dois anos depois da final da Eurocopa, os 'Bleus' têm a chance da redenção em uma nova decisão. A perda do título para Portugal, em Paris, no Estádio de Saint-Denis, deixou uma ferida aberta no orgulho francês. Nada que um bicampeonato mundial não cicatrize. 

"Há dois anos, ainda não foi digerida. Vamos aguardar, vamos sentir o jogo (entre Inglaterra e Croácia) e ver quem enfrentaremos", analisou Deschamps.

Artilheiro da fatídica Eurocopa para os franceses, com seis gols, Griezmann tem feito uma Copa do Mundo na sombra do novo candidato a fenômeno Mbappé. Ainda assim, marcou três, acertou duas assistências... Credenciado pela regularidade tanto na seleção quanto no Atlético de Madrid, é um trunfo do qual Deschamps não abre mão na grande final.

"Sabíamos o que tínhamos de fazer, e fizemos muito bem. Ganhamos num gol de escanteio preparado pelo 'mister' (Deschamps). Agora é desconectar e descansar para a final", disse Griezmann.

Jejum incômodo

Do poderoso trio de ataque francês, Giroud foi o único que não marcou. O camisa 9 soma 497 minutos em campo nos seis jogos disputados na Rússia. Foram 14 finalizações e nada de gol. Na conquista de 1998, o centroavante Stephanie Guivarc'h não marcou uma vez sequer na Copa da França. Giroud sonha com o bicampeonato mundial, mas espera acabar com o jejum domingo, às 12h, em Lujniki.

"Não me importo de não ter marcado até agora. Acho que nós, os mais experientes, estamos auxiliando os mais jovens. Tento abrir espaços, ajudo bastante em campo. É uma Copa importante para mim, falo isso para meus amigos e familiares. Estou orgulhoso", disse Giroud.

Comentários