Após trabalho no primeiro quarto, EUA atropelam a Venezuela por 113 a 69

Venezuelanos fazem primeira parte do jogo equilibrada contra os americanos, mas não seguram o ritmo no resto da partida

Por edsel.britto

Rio - A Venezuela bem que tentou e até endureceu a partida no primeiro quarto, conseguindo empatar por 18 a 18 na parcial com os Estados Unidos, mas os venezuelanos não conseguiram segurar o ímpeto e o forte ritmo de jogo dos americanos e acabaram sendo atropleados por 113 a 69 nesta segunda-feira, na Arena Carioca 1. 

LEIA MAIS: Notícias, programação e quadro de medalhas da Olimpíada do Rio

Favoritos a medalha de ouro, os Estados Unidos foram surpreendidos no primeiro quarto, sendo limitados a apenas 18 pontos na parcial. Porém, liderados por Paul George, 20 pontos, Jimmy Butler (17) e Kevin Durant (16 e 100% de aproveitamento nos arremessos de quadra), os americanos conseguiram mostrar toda sua força e garantir a segunda vitória na Olimpíada com tranquilidade.

DeAndre Jordan crava a bola para garantir mais uma vitória fácil do Dream Team na OlimpíadaAndre Durão / Globoesporte.com / NOPP

Pelo lado dos venezuelanos, o armador John Cox, com 19 pontos, acabou sendo o principal pontuador da equipe. Outro destaque da equipe da Venezuela foi o pivô Echequine com 17 pontos e sete rebotes apanhados.

Com duas vitórias em dois jogos, os Estados Unidos seguem encaminhando a primeira colocação no grupo A. Na quarta-feira, o Dream Team encara a surpreendente Austrália, que também tem duas vitórias sobre França e Sérvia, às 19h, na Arena Carioca 1. Já a Venezuela terá pela frente a China, no mesmo local às 22h30, precisando vencer para manter o sonho de uma vaga na próxima fase.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia