Leonardo de Deus desabafa: ‘É preciso fazer jus ao investimento’

Nadador diz que equipe brasileira, ainda sem medalha nos Jogos, precisa melhorar muito

Por pedro.logato

Leonardo de Deus lamenta a ausência de medalhas da natação na Rio-2016Fernando Frazão/ Agência Brasil

Rio - Passaram-se três dias e a natação brasileira segue sem conquistar uma medalha sequer nos Jogos do Rio. O melhor resultado, até agora, foi o quinto lugar no revezamento 4x100m masculino. Muito pouco para a maior delegação da história do país na modalidade (33 atletas). A falta de bons resultados incomoda.

Até o fim da classificatória de ontem, nove nadadores pioraram seus tempos em relação aos índices obtidos para poder disputar os Jogos do Rio. Foram na contramão do que tem acontecido na piscina do Estádio Aquático, com inúmeros recordes mundiais e olímpicos registrados. Para piorar, apenas seis brasileiros conseguiram melhorar seus tempos no ano.

LEIA MAIS: Notícias, programação e quadro de medalhas da Olimpíada do Rio

“A natação brasileira tem que fazer muito melhor do que está fazendo. É preciso fazer jus a todo investimento feito nesses anos. Falo por mim. A gente merece fazer mais bonito: não veio medalha e com poucas finais”, afirmou Leonardo de Deus, dos 200m borboleta.

A ESPERANÇA CONTINUA

Segundo dados da Confederação Brasileira de Desportos Aquático (CBDA), 11 nadadores recebem o Bolsa Pódio do Governo Federal. Ao todo, seriam R$ 1,2 milhão por ano gastos só com a natação. Além disso, nos últimos quatro anos, foram realizados vários períodos de treinos no exterior. Há, também, atletas que recebem o apoio das Forças Armadas.

Apesar do mau momento vivido pela natação brasileira na Rio-2016, ainda há esperança para o país se recuperar e brigar pelas medalhas tão sonhadas em casa. As principais apostas ficam por conta de Thiago Pereira, nos 200m medley, e Bruno Fratus, nos 50m livre. É esperar por uma melhora a partir das provas de hoje no Estádio Aquático Olímpico.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia