Com caxumba, ala Tatiane Pacheco é cortada e está fora da Olimpíada do Rio

Corte foi anunciado após a realização de exames laboratoriais

Por sarah.borborema

Rio - O basquete feminino ganhou um desfalque, nesta quarta-feira. A brasileira Tatiane Pacheco apresentou sintomas de quadro de virose por caxumba, e as suspeitas foram confirmadas através da realização de exames laboratoriais na Policlínica da Vila Olímpica. O Coordenador Médico do COB, Dr. Roberto Nahon, destacou que foram tomados os cuidados necessário com a saúde das demais componentes do time.

Confira na íntegra o comunicado do COB:

A atleta Tatiane Pacheco se apresentou com sintomas e estado físico compatíveis ao quadro de virose por caxumba, na manhã do sábado, dia 6. A ala da seleção brasileira feminina de basquete foi examinada pelo médico da seleção, Dr. Jorge Luiz Oliva, que a encaminhou para a realização de exames laboratoriais na Policlínica da Vila Olímpica.

Após o resultado dos exames, a atleta foi cortada do restante da competição nesta quarta-feira, dia 10.

O Coordenador Médico do COB, Dr. Roberto Nahon, ressalta que os cuidados com a saúde da atleta e do Time Brasil estão sendo tomados. Desde a apresentação dos sintomas o tratamento já foi iniciado e a atleta permaneceu em repouso em um hotel no Rio de Janeiro, sem contato com as demais jogadoras da equipe ou membros da delegação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia