Fabiana também dá adeus à Seleção: 'Foram 13 anos de uma trajetória linda'

Assim como Sheilla, central se despede na Olimpíada

Por fabio.klotz

Rio - O desfecho não foi o esperado. O sonho do tricampeonato olímpico parou na China. A seleção feminina de vôlei levou um duro golpe no Maracanãzinho e caiu nas quartas de final da Olimpíada. A central Fabiana, assim como a oposta Sheilla, anunciou a aposentadoria do time nacional.

LEIA MAIS: Sheilla anuncia aposentadoria precoce da Seleção

Capitã da Seleção, ela fez um balanço dos anos em que defendeu o Brasil e agradeceu aos torcedores o carinho na Olimpíada do Rio.

Confira o texto de despedida da central

O sonho que terminou hoje foi sonhado durante 4 anos. Acabou assim, infelizmente... Queria muito poder trazer isso pra todos vocês. Não deu. Está doendo muito, porque sei que todos vocês sonharam comigo esse desfecho de um tri olímpico. A dor desse momento me faz relembrar toda uma vida dedicada ao meu país e ao esporte que tanto amo. Foram 4 Olimpíadas, muitos títulos, derrotas dolorosas, alegrias incontáveis e choros que machucaram. Minha trajetória começou aos 14 anos, era uma menina que jamais sonhava conquistar tudo que conquistou. Aos 19 minha, primeira Olimpíada em Atenas, 2004. E daí por diante foram muitas graças recebidas através de muita dedicação, abdicação e luta! Agradeço às meninas que me acompanharam nesse sonho, a comissão por nos orientar e treinar sempre!

Entendam de coração aberto que ninguém perde porque quer e esse grupo queria muito! Só quem vive dentro da quadra sabe o que acontece ali. Essa equipe é aguerrida demais! Tenho um orgulho imenso de ser capitã da Seleção e de carregar essa camisa e essa bandeira por todos os lugares que passei. Agradeço a Deus, mesmo que Seus planos não sejam meus e não posso contestar. Agradeço à minha família, meus pais queridos, meus amigos, meu namorado e aos torcedores, acreditem, sempre foi por vocês!

Meu coração sempre pulsará verde e amarelo e nunca deixará de bater emocionado, toda vez que tocar o hino nacional. Obrigada a todos por tudo! Fica aqui minha despedida da Seleção, foram 13 anos de uma trajetória linda e que me orgulha demais. Foi gratificante em meu último jogo pelo meu país, escutar o Maracanãzinho lotado gritar meu nome, e essa sensação e esse brilho que nós todas tivemos até aqui, ninguém pode desmerecer ou apagar! Um beijo do meu tamanho e obrigada mais uma vez a todos! Fiquem com Deus!

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia