Malachowski leiloa medalha de prata para ajuda menino com câncer no olho

O leilão da medalha conquistada no arremesso de disco vai até o dia 26 de agosto e o maior lance até o momento chega a 60 mil

Por sarah.borborema

Rio - A medalha de prata dos Jogos Olímpicos do Rio, conquistada pelo polonês Piort Malachowski no arremesso de disco, terá um significado especial para um menino chamado Olek. A criança sofre com um câncer no olho e a família não possui recursos para o tratamento. Por este motivo, após ser procurado pela mãe do menino, o atleta olímpico anunciou através de sua rede social que irá leiloar a medalha conquistada.

O valor arrecadado no leilão, que vai até o dia 26 de agosto, será integralmente investido para o tratamento de Olak em Nova York. Até o momento, o maior lance dado pela medalha de prata chega a aproximadamente R$ 60 mil.

Atleta foi procurado pela família do menino Olak, que sofre de câncer no olhoEfe

Confira o texto publicado na página de Malachowski no Facebook:

"Ganhar uma medalha olímpica para um atleta é realizar um sonho de vida. Claro, a de ouro é a mais preciosa. Eu fiz tudo que estava ao meu alcance para obtê-la. Infelizmente desta vez não tive sucesso. No entanto, o destino me deu uma chance de aumentar o valor da minha prata.
Pouco tempo depois da competição, Goshia, mãe de Olek, escreveu para mim pedindo ajuda para salvar seu filho. Olek tem quase dois anos e está lutando contra um câncer no olho durante mais da metade de sua vida. O retinoblastoma é um tumor maligno do olho, que só ocorre em crianças com menos de 5 anos de idade. Na Polônia, não há chance de salvar Olek. A única possibilidade é a terapia em Nova York. Eu decidi ajudar Olek e enviei a medalha do Rio para o leilão. Todo o valor arrecadado no leilão será gasto com o tratamento de Olek. Eu também quero incentivar todas as pessoas de boa vontade a pagar ou depositar dinheiro na conta, enviar mensagens de texto e ajuda de qualquer maneira possível. Vamos ajudar os pais e a família de Olek. No Rio, eu lutei para ter o ouro. Hoje, faço um apelo a todos para algo que é ainda mais valioso. A saúde deste menino fantástico. É por isso que eu convido todos vocês para o leilão. Se você ajudar, minha prata pode ser mais valiosa do que o ouro para Olek."

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia