Ibovespa reflete fraqueza da economia e opera no vermelho

Investidores avaliam leve avanço de 0,1% no PIB em 2014, com o pior resultado para investimentos em 15 anos. Dólar sobe, cotado a R$ 3,24

Por parroyo

O Ibovespa opera no vermelho nesta sexta-feira após a economia do país ter mostrado crescimento de 0,1% no ano passado, com o pior resultado para os investimentos desde 1999. Por volta das 13h, o principal índice da Bovespa perdia 0,9%, aos 50.126 pontos.

As ações da Petrobras operavam mais um dia em queda – as preferenciais desvalorizavam 0,96%. Depois de informar, ontem, que Luciano Coutinho assumiria a presidência do Conselho da estatal, em substituição a Guido Mantega, a companhia divulgou novo comunicado pela manhã de hoje apontando a presença de Coutinho como provisória. O presidente da Vale, Murilo Ferreira, foi indicado para assumir de forma definitiva o posto, mas a aprovação do seu nome depende da assembleia marcada para o fim de abril. Na ponta negativa, Gerdau PN caía 7,06%. Na contramão, Oi PN avançava 3,17%.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil recuou 0,2% no quarto trimestre de 2014 e teve leve crescimento de 0,1% no ano. No entanto, a formação Bruta de Capital Fixo, indicador que mede os investimentos, teve forte queda de 4,4% - o pior resultado desde 1999, quando a baixa foi de 8,9%.

Nos Estados Unidos, as bolsas trabalham no azul mesmo após o PIB ter mostrado avanço de 2,2% no quarto trimestre, enquanto a previsão mediana do mercado era expansão de 2,4%. Por volta das 13h, o Dow Jones subia 0,11%.

No mercado de câmbio, o dólar subia 1,55%, cotado a R$ 3,241 na venda.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia