Ibovespa opera no vermelho pressionado por Vale

Ação da Petrobras tem leve queda após a divulgação o balanço, com números melhores que o esperado. Dólar sobe, cotado a R$ 3,01

Por parroyo

O Ibovespa opera em forte queda nesta segunda-feira pressionado principalmente pelas ações da Vale e, por volta das 13h, caía 1,53%, aos 56.374 pontos. Segue no radar do mercado as medidas de aperto monetário que tratam de benefícios trabalhistas ­ - Medidas Provisórias 664 e 665 – que entram na pauta do Senado. Após a votação, o governo deve anunciar um contingenciamento de cerca de R$ 70 bilhões no orçamento deste ano.

À frente das perdas, Vale ON recuava 3,43%. Na outra ponta, Hering ON avançava 2,28%. As ações preferenciais da Petrobras, por sua vez, operam em leve queda de 0,14%. Na sexta-feira, a petroleira divulgou o balanço relativo ao primeiro trimestre, no qual apresentou lucro líquido de R$ 5,3 bilhões, acima da projeção dos analistas.

Na agenda, o Boletim Focus apontou a elevação da projeção para a inflação neste ano, de 8,29% para 8,31%. Em relação à taxa de juros, os economistas consultados pelo Banco Central mantiveram a expectativa de que a Selic termine 2015 em 13,50%.

Nos Estados Unidos, as bolsas operam em leve alta. O mercado aguarda a divulgação da ata do comitê de política monetária do Federal Reserve (Fed), a ser conhecida na quarta-feira, e que pode dar pistas sobre a data em que os juros serão elevados. Por volta das 13h, o Dow Jones subia 0,10%.

No mercado de câmbio, o dólar tinha alta de 0,48%, cotado a R$ 3,013 na venda.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia