Mais Lidas

Coreia do Norte suspenderia ameaças nucleares em troca de garantias, diz Coreia do Sul

Países decidiram realizar uma cúpula no fim de abril. Coreia do Sul afirmou que o vizinho irá interromper todos os testes de armas durante o diálogo.

Por Conteúdo Estadão

Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un e diretor de segurança nacional da presidência sul-coreana, Chung Eui-yong, se reúnem em Pyongyang.
Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un e diretor de segurança nacional da presidência sul-coreana, Chung Eui-yong, se reúnem em Pyongyang. -

Pyongyang - A Coreia do Norte informou nesta terça-feira que chegou a um acordo com a Coreia do Sul para realizar uma cúpula no fim de abril. O escritório da presidência de Seul informou que os dois países concordaram também em estabelecer uma linha telefônica direta entre os dois líderes. O líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente sul-coreano, devem se reunir no vilarejo de Panmunjon.

O diretor de segurança nacional da presidência sul-coreana, Chung Eui-yong, afirmou que a Coreia do Norte também deixou claro que não tem a necessidade de manter suas ameaças nucleares, caso as ameaças militares contra o país sejam resolvidas e ele receba uma garantia de segurança digna de crédito. As declarações foram dadas horas após a delegação sul-coreana liderada por Chung retornar de uma visita à Coreia do Norte, onde ela se reuniu com o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

A Coreia do Sul afirmou ainda que o vizinho irá suspender todos os testes de armas durante o diálogo. Segundo Seul, o regime de Pyongyang está disposto a manter "conversas honestas" com os Estados Unidos sobre armas nucleares e a normalização das relações. O país tem ainda a "clara intenção de se desnuclearizar", de acordo com o governo sul-coreano. Fontes: Associated Press e Dow Jones Newswires.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários