Desemprego registra leve alta na Espanha em agosto

Esta foi a primeira alta desde fevereiro. Na comparação com agosto de 2013, o número de pessoas em busca de emprego registrou queda de 270.853

Por marta.valim

O desemprego registrou leve alta na Espanha em agosto, pela primeira vez desde fevereiro, e afetava quase 4,43 milhões de pessoas, anunciou o ministério do Trabalho.

No fim de agosto, o país tinha 4.427.930 desempregados, 8.070 a mais que em julho, segundo o ministério. Mas na comparação com agosto de 2013, o número de pessoas em busca de emprego registrou queda de 270.853, segundo um comunicado.

A Espanha tem dois métodos de cálculo para o desemprego. O ministério do Trabalho contabiliza as pessoas inscritas como desempregadas nas agências públicas.

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) contabiliza as pessoas que buscam ativamente um emprego e é considerado uma referência. No final de junho, registrava 5,5 milhões de desempregados.

No segundo trimestre o índice de desemprego no país era de 24,47%.

A Espanha registrou crescimento de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre, mas a notícia foi ofuscada pelo risco de deflação. O índice preços ao consumidor caiu 0,5% em agosto.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia