Astronauta cresce cinco centímetros após um ano no espaço

O norte-americano e seu irmão participaram de uma missão chamada "gêmeos espaciais"

Por lucas.cardoso

Zhezkazgan (Cazaquistão) - O astronauta norte-americano Scott Kelly cresceu aproximadamente 5 centímetros durante os 340 dias que passou no espaço. Quando partiu para a Estação Espacial Internacional, o astronauta era do mesmo tamanho que seu irmão gêmeo. No entanto, especialistas acreditam que, por conta da falta de gravidade, seu corpo pode ter se esticado um pouco.

Astronauta Scott Kelly voltou à Terra nesta quarta-feira após quase um ano no espaçoNasa/Bill Ingalls

O colega de Kelly na NASA (agência espacial norte-americana ), Jeff Williams, ainda disse, em entrevista à CNN, que a mudança deve ser temporária. "Os astronautas ficam mais altos no espaço conforme a coluna vertebral vai se esticando, explica. Mas, segundo Williams, "eles retornam à altura de comprovação depois de um curto período de tempo na Terra".

O norte-americano participou de uma missão chamada "gêmeos espaciais", que tinha como objetivo analisar quais os efeitos no organismo de uma pessoa que passa um longo tempo no espaço. Kelly ficou um ano, o maior período que um astronauta dos Estados Unidos já tenha ficado. O irmão de Scott Kelly também foi monitorado durante o tempo de expedição.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia