Segunda estudante sequestrada pelo Boko Haram é resgatada na Nigéria

Primeira das 219 garotas raptadas foi encontrada na última terça-feira. Grupo é contra educação ocidental

Por clarissa.sardenberg

Nigéria - Resgatada uma segunda menina do grupo de estudantes de Chibok sequestradas pelo Boko Haram há mais de dois anos, anunciou o Exército nigeriano nesta quinta-feira. Em nota, um porta-voz do Exército, coronel Sani Usman, "confirmou o resgate de outra das meninas de Chibok esta noite". A primeira das 219 garotas sequestradas foi encontrada na última terça-feira.

O desaparecimento das estudantes causou comoção mundial, com a campanha #BringBackOurGirls ("Tragam de volta nossas garotas", em tradução livre).

Terroristas do Boko Haram são contra educação não-islâmicaReprodução Internet

Há informações de que a maioria das jovens foi obrigada a se casar ou foi vendida como escravas, porém elas nunca foram localizadas. Em maio de 2014, o grupo divulgou um vídeo com diversas meninas e algumas delas foram identificadas como as estudantes de Chibok. Desde então, não se sabe o paradeiro das meninas.

O Boko Haram, que significa "a educação não-islâmica (ou ocidental) é um pecado", começou como um grupo que combatia as escolas ocidentais na Nigéria em 2009. Porém, ao longo dos anos, os extremistas ampliaram suas ações contra vilarejos e mataram cerca de 20 mil pessoas em ataques sangrentos e disseram querer formar um califado islâmico no norte da Nigéria.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia