Fãs lamentam a morte do 'eterno Professor Girafales' nas redes sociais

Carlos Villagran, o intérprete de Quico, disse que a vizinhança está se reunindo no céu, em post em seu Facebook

Por bianca.lobianco

México - Milhares de fãs lamentaram a morte do ator mexicano Rubén Aguirre, o eterno Professor Girafales do seriado Chaves. Aguirre morreu na manhã desta sexta-feira, a causa da morte ainda não foi informada. Quem deu a triste notícia foi o ator Edgard Vivar, que fez o "Senhor Barriga" na atração.

"Meu professor favorito descansa em paz... Hoje meu grande amigo Rubén Aguirre parte deste plano. Sentirei muitas saudades", publicou em sua conta no Twitter junto com o último registro que tiveram juntos.

Edgar Vivar%2C o 'senhor Barriga'%2C foi quem deu a triste notícia aos fãs no TwitterReprodução Internet

Na Internet, a comoção tomou conta dos fãs. Um desenho ilustrando a chegada do Professor Girafales ao céu está sendo compartilhado nas redes. Carlos Villagran, o intérprete de Quico no seriado, se pronunciou em seu Facebook sobre a morte do amigo.

"Foi-se o nosso querido professor, nossa querida vizinhança está se reunindo no céu. Que descanse em paz meu querido Rubéns Aguirre, o meu professo favorito".

Aguirre vinha apresentando alguns problemas de saúde. Há pouco menos de duas semanas, esteve internado para tratar de uma pneumonia. Sua filha, Verônica, disse ao jornal Clarín, que o pai estava "um pouco melhor", mas não estava totalmente recuperado. Na ocasião, o ator chegou a publicar uma mensagem aos fãs. "Obrigado pelas mensagens. Elas me alegram", escreveu.

Além da pneumonia, Aguirre usava remédios para controlar sua diabetes, cálculos de vesícula e doenças renais. Ele vivia em uma cadeira de rodas desde 2007, quando sofreu um grave acidente de carro. Sua mulher, Consuelo de los Reyes, chegou a perder uma das pernas na ocasião. Por conta de sua saúde debilitada, viveu recluso em seus últimos anos, afastado da Cidade do México, capital do país. Deixou a vida artística por vergonha do próprio corpo - ele engordou muito por conta da medicação e ficou com peso maior que o do amigo Edgar Vivar.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia