Ator de 'Star Trek' morre após ser esmagado pelo próprio carro

Tragédia aconteceu na madrugada deste domingo na Califórnia, Estados Unidos

Por roberta.campos

EUA - Anton Yelchin, mais conhecido por atuar no filme 'Star Trek', no qual interpretou Pavel Chekov, morreu aos 27 anos na madrugada deste domingo, após ser esmagado pelo seu próprio carro. O empresário do ator confirmou a tragédia após o site "TMZ" relatar a notícia.

"O ator Anton Yelchin foi morto em um acidente de trânsito fatal nesta manhã", disse o empresário em comunicado. "Sua família pede respeito à sua privacidade neste momento", completou. De acordo com o "TMZ", o acidente ocorreu na casa de Yelchin, em São Fernando Valley, Califórnia.

Anton Yelchin morreu na madrugada deste domingo%2C aos 27 anosDivulgação


O site também revelou que amigos do ator ficaram preocupados, porque ele deveria encontrá-los horas mais cedo para um ensaio. Por esse motivo, eles foram até a casa dele, por volta de 1h da manhã, e o encontraram preso entre seu carro, que estava em uma área inclinada, e uma caixa de correios de concreto.

A polícia teria dito ao site que o motor ainda estava funcionando quando o corpo foi encontrado, e que seu carro estava em ponto morto. Não está claro o que causou o acidente e o que fez Yelchin sair do carro. Autoridades locais não acreditam em crime.


Biografia

Nascido na Rússia, Yelchin migrou com sua família para os Estados Unidos quando tinha apenas seis meses de idade, em busca de asilo político. Ele começou a atuar muito cedo e aos nove anos iniciou sua carreira profissional.

O ator impressionou os críticos e o público com uma série de papéis de destaque. Por duas temporadas ele co-estrelou ao lado de Hank Azaria o seriado "Huff", interpretando um adolescente precoce, cuja vida foi abalada por uma crise pessoal e profissional do pai.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia