Estado Islâmico reivindica autoria de ataque em trem na Alemanha

Jovem afegão de 17 anos atacou passageiros com machado e uma faca, deixando cinco feridos, quatro deles em gravidade

Por clarissa.sardenberg

Alemanha - O jovem afegão que nesta segunda-feira atacou cinco pessoas em um trem regional da Alemanha com um machado "é um dos combatentes do Estado Islâmico (EI)", informou nesta terça-feira a agência "Amaq", vinculada ao grupo jihadista.

A agência, citando uma fonte de segurança, acrescentou que o jovem "executou sua operação em resposta às chamadas de atacar aos países da coalizão que lutam contra o Estado Islâmico".

Polícia da Baviera atendendo chamado em trem após jovem afegão atacar passageiros com faca e machado EFE

Segundo o governo alemão, o autor da agressão era um requerente de asilo afegão de 17 anos, que atacou os passageiros que se encontravam no vagão com um machado e uma faca e feriu cinco pessoas, quatro delas com gravidade.

A polícia do estado da Baviera investiga os motivos que levaram a atuar ao jovem, que foi morto durante sua tentativa de fuga. Segundo os primeiros dados da investigação fornecidos pelo ministro do Interior da Baviera (sul da Alemanha), Joachim Herrmann - que evitou qualificar a agressão de atentado terrorista -, várias testemunhas disseram que o jovem gritou "Allahu Akbar" (Alá é grande").

Além disso, no quarto do menor foi encontrada um desenho feito à mão de uma bandeira do EI. Essa informação é parecida com a divulgada pela "Amaq", no último dia 16, onde garantia que o autor do atentado que matou 84 pessoas na semana passada em Nice, na França, também era "um dos soldados do Estado Islâmico".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia