Turquia revoga licença de TVs e rádios ligados a articuladores do golpe

Grupos nacionais e internacionais condenaram a repressão a veículos de mídia após a tentativa fracassada de golpe

Por luis.araujo

Istambul - A agência estatal de notícias da Turquia, Anadolu, relata que o órgão regulador da Turquia cancelou todas os direitos e licenças de transmissão de veículos de mídia ligados a grupos que participaram da tentativa de golpe de Estado ou o apoiaram.

O Conselho Supremo de Radio e Televisão votou, por unanimidade, revogar as permissões para "qualquer veículo de rádio ou televisão com conexões ou que apoiou" grupos ligados ao clérigo radicado nos EUA, Fetullah Gulen. O governo turco o acusa de planejar o golpe e quer que a Casa Branca o extradite.

A diretiva foi vaga e não identificou quais veículos poderiam ter sua licença cassada, o que abre espaço para a interpretação. A Associação de Jornalistas da Turquia afirmou que ainda discute a nova regra e não iriam comentar imediatamente sobre o caso.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia