Astronautas da Rússia e dos EUA voltam após seis meses de missão no espaço

Um dos homens da Nasa saiu cinco vezes no espaço para instalar um adaptador de atracamento. Pouso ocorreu no Cazaquistão

Por clarissa.sardenberg

Cazaquistão - Um americano e dois russos regressaram na madrugada desta quarta-feira à Terra, ao final de uma missão de seis meses a bordo da Estação Espacial Internacional, informou a Nasa.

O astronauta da Nasa Jeff Williams, que tem agora o recorde americano de 534 dias no espaço ao longo de quatro missões, pousou com seus colegas russos Alexey Ovchinin e Oleg Skripochka às 7h13 local (22h13 em Brasília) nas estepes do Cazaquistão, a bordo de uma capsula Soyuz.

Sorrindo%2C um dos astronautas fala ao telefone por satélite logo após o pousoEFE/ Nasa

"Touchdown! Bem-vindos à casa @Astro_Jeff, oficialmente de regresso à Terra após 172 dias de missão e um total de 534 dias em 4 missões", celebrou a Nasa no Twitter.

Sorrindo, Williams falou em um telefone por satélite logo após o pouso, antes de ser submetido a exames médicos, segundo imagens transmitidas pela Nasa.

Astronautas da Rússia e Estados Unidos pousaram no Cazaquistão após seis meses em missão no espaço EFE/ Nasa

Williams realizou cinco saídas ao espaço para instalar um adaptador de atracamento para as futuras capsulas da Boeing e SpaceX.

Williams, 58 anos e coronel da reserva, bateu o recorde de permanência no espaço do seu compatriota Scott Kelly, de 520 dias em órbita. O recorde geral de permanência no espaço é do russo Gennady Padalka, com 879 dias.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia