Adolescente que iria cometer atentado é preso em Paris

Rapaz estava em contato com francês que deixou o país para se unir ao Estado Islâmico e se ofereceu para ação, segundo polícia

Por clarissa.sardenberg

França - Um adolescente, "que se ofereceu para realizar uma ação terrorista", foi preso nesta quarta-feira em Paris, indicaram fontes próximas à investigação.

O suspeito, nascido em setembro de 2001, estava "em contato com o extremista francês Rachid Kassim", cujo nome figura em uma dúzia de investigações sobre atentados ou projetos de atentados na França.

No último sábado, outro adolescente de 15 anos, que também tinha vínculos com Kassim e que se suspeita que estava prestes a cometer um ataque com faca, foi detido na capital francesa.

Rachid Kassim, um jovem de 29 anos que partiu da França em 2012 para se unir ao grupo Estado Islâmico (EI), lança há mais de seis meses convocações para atacar a França através do aplicativo de mensagens criptografadas Telegram, dando instruções detalhadas e listas de alvos principais.

Kassim teria inspirado o assassinato em junho de um policial e de sua esposa na região parisiense e teria dado instruções aos dois assassinos de um padre em uma igreja na Normandia (norte) no fim de julho.

Também se suspeita que tenha dado instruções ao comando de mulheres que tentou detonar perto da catedral Notre Dame de Paris um veículo carregado de botijões de gás no início de setembro.

A França se encontra em estado de alerta máximo. Desde 2015, 238 pessoas morreram na França em uma série de atentados.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia