Vídeo: Homem prende testículos entre ímãs de alta potência

Ele afirmou aos bombeiros que estava fazendo uma 'terapia magnética'. Foi necessária uma cirurgia de cerca de quatro horas para retirada dos objetos

Por clarissa.sardenberg

China - Bombeiros do serviço de emergência da província de Zhongshan, na China, receberam um pedido de ajuda de um homem desesperado, no entanto não esperavam encontrar a seguinte situação inusitada: o paciente havia grudado seus testículos entre um par de ímãs. O homem de 45 anos estava gritando, com dor extrema, por conta da força potente dos objetos. Foi necessária uma cirurgia de cerca de quatro horas para retirada dos magnetos. (Veja vídeo abaixo)

O homem, não identificado, explicou que estava fazendo uma "terapia magnética" quando o incidente ocorreu, segundo os socorristas. O fato inusitado ocorreu na última segunda-feira.

Operação para retirar ímãs de testículos de homem na China durou cerca de quatro horas Reprodução Youtube

Os bombeiros contaram ao "Southern Metropolis Daily" que não sabiam ao certo o que fazer com a situação, mas que o homem estava desesperado e assumiu total responsabilidade por qualquer risco. Foi necessário que além dele, sua mulher assinasse um termo de responsabilidade.

Em um hospital, foi montada uma operação incluindo médicos e bombeiros. Um dos chefes dos bombeiros falou que nunca havia visto algo como aquilo antes. Primeiro, tentaram separar os ímãs no saco escrotal usando uma enorme ferramenta hidráulica, mas não surtiu efeito.

Foi necessário uso de ferramenta hidráulica para separar ímãs do corpo de homem na China Reprodução Youtube

Os médicos chegaram a ligar para a empresa que fabricou os magnetos, que sugeriu tentar deslizá-los, mas pensaram ser muito arriscado. Enquanto isso, o homem continuava sendo, literalmente, esmagado.

Por fim, os bombeiros tiveram a ideia de usar outra ferramenta hidráulica para quabrar cada ímã em pedaços menores e diminuir sua força. Assim foi possível desgrudá-los aos poucos e "libertar" o homem. Após passar por exames, o médico constatou que ele não sofreu nenhum dano.

Será que a "terapia magnética" chega ao Brasil?


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia